SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4Serological survey on Ehrlichia sp. among dogs in the central region of Rio Grande do SulFirst record of Tuxophorus caligodes (Siphonostomatoida, Tuxophoridae) in sea-farmed cobia, Rachycentron canadum, in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Parasitologia Veterinária

On-line version ISSN 1984-2961

Abstract

FIGUEREDO, Luciana Aguiar et al. Achados clínicos e hematológicos em cães infectados por Leishmania braziliensis de Pernambuco, Brasil. Rev. Bras. Parasitol. Vet. [online]. 2012, vol.21, n.4, pp.418-420.  Epub Dec 04, 2012. ISSN 1984-2961.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-29612012005000010.

A leishmaniose cutânea canina causada por Leishmania braziliensis é uma doença negligenciada, mas disseminada entre cães na America do Sul. Este artigo descreve alterações clínicas e hematológicas em 17 cães infectados por L. braziliensis do Brasil. As alterações hematológicas mais comuns foram trombocitopenia (82,4%), anemia (70,6%), baixo valor de hematócrito (52,9%) e eosinofilia (41,2%). Doze (70,6%) cães apresentaram pelo menos uma alteração física; 11 (64,7%) apresentaram lesões cutâneas, quatro (23,5%) perda de peso e dois (11,8%) onicogrifose. Cães infectados por L. braziliensis apresentaram alterações clínicas e hematológicas inespecíficas que são comumente observadas em cães infectados por outros patógenos. Isso indica que veterinários e profissionais de saúde pública não deveriam considerar a presença de tais sinais clínicos como critério de diagnóstico para leishmaniose visceral em cães, em áreas endêmicas, no intuito de evitar um diagnóstico equivocado e a subsequente eliminação de cães infectados por L. braziliensis.

Keywords : Leishmania braziliensis; cães; Pernambuco; Brasil.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License