SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.47 issue3Formulation of a modified release metformin. HCl matrix tablet: influence of some hydrophilic polymers on release rate and in-vitro evaluationStatistical optimization of dithranol-loaded solid lipid nanoparticles using factorial design author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences

Print version ISSN 1984-8250

Abstract

MARQUES-MARINHO, Flávia Dias et al. Quality evaluation of simvastatin compounded capsules. Braz. J. Pharm. Sci. [online]. 2011, vol.47, n.3, pp. 495-502. ISSN 1984-8250.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502011000300007.

No Brasil, a sinvastatina está comercialmente disponível na forma de comprimidos e cápsulas manipuladas. Poucos relatos estão disponíveis sobre a qualidade e, consequentemente, a eficácia dessas cápsulas. A qualidade de 30 lotes de sinvastatina 20 mg cápsulas do mercado foi avaliada através da determinação de peso, uniformidade de conteúdo, desintegração (Farmacopéia Brasileira), doseamento e teste de dissolução (monografia comprimidos USP32). Método por CLAE foi desenvolvido para o doseamento, uniformidade de conteúdo e teste de dissolução; além disso, especificações foram estabelecidas. Dos 30 lotes avaliados, 29 apresentaram desintegração da cápsula até 45 min e a variação do peso individual foi ± 10% ou ± 7,5% em relação ao peso médio, se < ou > 300 mg, respectivamente. Apenas 27 lotes preencheram os critérios do teste de dissolução com valores > 80% da quantidade rotulada, em 45 min, 21 lotes apresentaram conteúdo de sinvastatina entre 90,0-110,0% do valor rotulado e 19 lotes apresentaram pelo menos 9 em 10 cápsulas, com valores de uniformidade de conteúdo entre 85,0 -115,0% da quantidade rotulada com RSD < 6,0%. Apenas 14 de todos os lotes (30) atenderam completamente os padrões de qualidade farmacopéicos. O estabelecimento das condições para os testes e de especificações para os parâmetros das cápsulas de sinvastatina mostrou que houve diferenças relevantes na qualidade farmacopeica entre os lotes das cápsulas manipuladas por distintas farmácias. A eficácia do tratamento hipercolesterolêmico poderia estar comprometida para 53,33% dos produtos testados.

Keywords : Sinvastatina; Cápsulas manipuladas; Controle de qualidade; FR-CLAE.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English