SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 número1L-arginine, a nitric oxide precursor, reduces dapsone-induced methemoglobinemia in ratsApplication of Comet assay to assess the effects of white bean meal on DNA of human lymphocytes índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences

versión impresa ISSN 1984-8250

Resumen

GIROLINETO, Beatriz Maria Pereira; JUNIOR, Veriano Alexandre; SAKAMOTO, Américo Ceiki  y  PEREIRA, Leonardo Régis Leira. Interchangeability among therapeutic equivalents of lamotrigine: evaluation of quality of life. Braz. J. Pharm. Sci. [online]. 2012, vol.48, n.1, pp. 95-102. ISSN 1984-8250.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502012000100011.

Epilepsia é o distúrbio neurológico grave mais comum no mundo todo. Aproximadamente 70% dos pacientes com epilepsia têm suas crises controladas com tratamento clínico e farmacológico. Esta pesquisa avaliou a possível interferência da intercambialidade entre equivalentes terapêuticos da lamotrigina na condição clínica e na qualidade de vida dos pacientes com epilepsia refratária. O estudo foi dividido em três períodos de 42 dias e em cada período foi dispensado um equivalente terapêutico, aleatoriamente (dois similares - formulação A e B e o medicamento de referência - formulação C). A dose média de lamotrigina foi de 5,5 mg/kg/dia. A ocorrência de efeitos colaterais tende a ser mais decisiva para a redução da qualidade de vida em epilepsia refratária em relação às variações no número de crises ou alterações nas concentrações plasmáticas. Os resultados demonstram que, independentemente do medicamento prescrito, a intercambialidade entre equivalentes terapêuticos pode interferir no sucesso do controle da epilepsia.

Palabras llave : Epilepsia [tratamento]; Epilepsia [controle]; Lamotrigina [equivalentes terapêuticos]; Medicamentos [intercambialidade].

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés