SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.48 issue3Critical analysis of the regulations regarding the disposal of medication wasteComparative study of sustained-release lipid microparticles and solid dispersions containing ibuprofen author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences

Print version ISSN 1984-8250

Abstract

RODRIGUES HENRIQUES, Juan Ricardo  and  GAMBOA DE DOMINGUEZ, Neira. Modulation of the oxidative stress in malaria infection by clotrimazole. Braz. J. Pharm. Sci. [online]. 2012, vol.48, n.3, pp. 519-528. ISSN 1984-8250.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502012000300019.

O antifúngico clotrimazol (CTZ) tem demonstrado notável atividade contra Plasmodium falciparum. A degradação da hemoglobina por Plasmodium para a obtenção dos aminoácidos necessários à síntese protéica induz estresse oxidativo em eritrócitos devido à liberação de hemos oxidantes. Estes eventos representam alvos bioquímicos para a produção de antimaláricos potenciais. Neste estudo, testamos a capacidade do CTZ para modificar o estado oxidativo em eritrócitos infectados com Plasmodium berghei. Depois da hemólise, as atividades da superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT), desidrogenases produtoras de NADPH+H+ e do ciclo de glutationa (GSH) foram investigados. A produção das espécies reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) foi avaliada como marcador de dano lipídico. Os resultados mostraram que o CTZ diminuiu a atividade da 6-fosfogliconato desidrogenase (6PGD), em comparação com eritrócitos infectados e não tratados. Consequentemente, o ciclo da GSH foi inibido, tornando os parasitas vulneráveis ao estresse oxidativo resultante da degradação da hemoglobina. Como resposta compensatória, CTZ impediu a perda de atividade da SOD e CAT nas células infectadas. A infecção induz peroxidação lipídica nos eritrócitos, sendo esta diminuída pelo CTZ. Estes resultados sugerem a existência de desequilíbrio redox nas células tratadas com CTZ, interferindo, assim, com o estado oxidativo verificado durante a infecção malárica.

Keywords : β-Hematina; Clotrimazol [capacidade modulatória]; Clotrimazol [estresse oxidativo]; Estresse oxidativo; Plasmodium berghei; Eritrócitos infectados.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English