SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.50 número2The influence of pH, polyethylene glycol and polyacrylic acid on the stability of stem bromelainStudies on the formation and forming mechanism of the related substance E in potassium clavulanate production by HPLC-MS/MS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences

versão On-line ISSN 2175-9790

Resumo

SILVA, Hilris Rocha e et al. Validation of high-performance liquid chromatographic method for analysis of fluconazole in microemulsions and liquid crystals. Braz. J. Pharm. Sci. [online]. 2014, vol.50, n.2, pp.381-389. ISSN 2175-9790.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502014000200018.

Nas últimas décadas, houve aumento significativo na incidência de doenças fúngicas. Certas doenças fúngicas provocam lesões cutâneas, sendo que no tratamento usual, geralmente administrado por via oral, o medicamento chega ao local de ação com dificuldade, em concentração muito baixa. Uma abordagem muito explorada nos últimos anos é o desenvolvimento de sistemas de administração de fármacos baseados em nanotecnologia, como as microemulsões (ME) e cristais líquidos (LC). ME e LC foram desenvolvidos com o ácido oleico ou óleo de copaíba como fase oleosa, álcool cetílico propoxilado (5 OP) e etoxilado (20 OE) como tensoativo e água. Método analítico para avaliar a incorporação de fluconazol (FLU) nos sistemas em estudo foi validado de acordo com as diretrizes da Conferência Internacional de Harmonização (ICH) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O método foi desenvolvido empregando coluna C18-RP (250 x 4,6 mm id), mantida à temperatura ambiente. A fase móvel consistiu de acetonitrila e água (50:50, v/v), executado a uma taxa de fluxo de 1,0 mL/min e com detecção ultravioleta a 210 nm. A separação cromatográfica foi obtida com o tempo de retenção de 6,3min, e mostrou-se linear no intervalo de 20-400 µg/mL (r2=0,9999). Pelo estudo de especificidade, observou-se não interferência dos excipientes. A precisão foi 100,76%. Os limites de detecção e de quantificação foram 0,057 e 0,172 µg.mL-1, respectivamente. Além disso, a validação do método demonstrou resultados satisfatórios para a precisão e robustez. O método proposto foi aplicado para a análise da incorporação do FLU em ME e cristais líquidos, contribuindo para aumentar o controle de qualidade e garantir a eficácia terapêutica.

Palavras-chave : Nanotecnologia; Microemulsões; Cristais líquidos; Cromatografia líquida de alta eficiência/análise qualitativa; Fluconazol.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )