SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 número1Evaluation of the effect of natural peptide 'Urocortin' on corticotrophin releasing factor (CRF) receptor expression in ND7/23 cells índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences

versão On-line ISSN 2175-9790

Resumo

KUHN, Andrielle Wouters et al. Chromatographic analysis and antiproliferative potential of aqueous extracts of Punica granatum fruit peels using the Allium cepa test. Braz. J. Pharm. Sci. [online]. 2015, vol.51, n.1, pp.241-248. ISSN 2175-9790.  http://dx.doi.org/10.1590/S1984-82502015000100024.

Punica granatum L., conhecida como romanzeira, é originária da Ásia e encontra-se distribuída por todo Brasil. É usada para o tratamento de doenças inflamatórias, infecciosas e respiratórias. Em decorrência da grande utilização de recursos fitoterápicos, é necessário esclarecer à população sobre a grande quantidade de substâncias existentes nas plantas e sobre os benefícios e prejuízos de tais substâncias à saúde. O presente trabalho objetivou realizar a análise cromatográfica e o estudo da genotoxicidade dos extratos aquosos das cascas dos frutos de P. granatum através do teste de Allium cepa L. Para a montagem do experimento, foram utilizados 7 tratamentos: T1-água destilada, T2-chá 5 g.L-1, T3-chá 10 g.L-1, T4-glifosato a 9,6%, T5-glifosato para recuperação em água destilada, T6-glifosato para recuperação em chá 5 g.L-1 e T7-glifosato para recuperação em chá 10 g.L-1. As radículas foram coletadas e fixadas em etanol:ácido acético (3:1) por 24 horas, e armazenadas em álcool 70%, sob refrigeração. Realizou-se análise por cromatografia líquida de alta eficiência para quantificação dos compostos fenólicos. Nos extratos de P. granatum foram observados em maior quantidade: ácido gálico, catequina, ácido cafeico e rutina. Além disso, os extratos demonstraram potencial antiproliferativo, sem apresentar atividade antimutagênica e genotóxica.

Palavras-chave : Punica granatum L./fitoquímica; Punica granatum L./genotoxicidade; Punica granatum L./análise cromatográfica; Plantas medicinais; Romã.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )