SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número1Como o urbanismo ecológico pode promover a saúde humana?Decadência e renascimento do Córrego Cheong-Gye em Seul, Coreia do Sul: as circunstâncias socioeconômicas de seu abandono e a motivação política por detrás do projeto de restauração índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana

versão On-line ISSN 2175-3369

Resumo

PONTES, Louise Barbalho  e  CARDOSO, Ana Cláudia Duarte. Espaços livres: janelas para um urbanismo ecológico na Amazônia oriental. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2016, vol.8, n.1, pp.96-112.  Epub 15-Dez-2015. ISSN 2175-3369.  http://dx.doi.org/10.1590/2175-3369.008.001.se06.

A Amazônia brasileira tem despertado há décadas discussões preservacionistas, e embora tenha havido um avanço no reconhecimento do papel das populações tradicionais para o bioma, as estratégias adotadas no país se detém na escala macro da região, sem incorporar as particularidades das cidades e seus habitantes. A hipótese que se persegue neste artigo é que o espaço de fronteira da Amazônia oriental ofereceria potencial de inovação para as soluções de urbanização, especialmente no tratamento dos espaços livres, e que por não ter seu território plenamente estruturado poderia aprender da história, do arcabouço da ciência e das soluções que emergem espontaneamente. Partindo da premissa de que o processo de urbanização dessas cidades se realiza em um espaço-tempo único procura-se, primeiramente, desconstruir a visão dicotômica de cidade e natureza construída ao longo do tempo e refletir a respeito das novas espacialidades da cidade contemporânea com intuito de refletir a respeito de caminhos possíveis. Adota-se como estudo de caso a cidade de Marabá, situada em fronteira de estados, de biomas e em situação de fronteira econômica em contexto amazônico. A pesquisa aponta que dos espaços livres existentes emerge um alento para reconciliar urbanismo e ecologia.

Palavras-chave : Cidades amazônicas; Fronteira amazônica; Espaços livres; Urbanismo ecológico.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )