SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue2The importance of light for liana occupation on treesLeguminosae in Ombrophilous Dense Forest of Santa Virgínia Nucleus, Serra do Mar State Park, São Paulo, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Rodriguésia

On-line version ISSN 2175-7860

Abstract

FABRIS, Luis Cláudio  and  PEIXOTO, Ariane Luna. Sapotaceae das Restingas do Espírito Santo, Brasil. Rodriguésia [online]. 2013, vol.64, n.2, pp.265-283. ISSN 2175-7860.  http://dx.doi.org/10.1590/S2175-78602013000200006.

Sapotaceae, uma família de plantas lenhosas, está representada no Brasil por 11 gêneros e cerca de 230 espécies, muitas das quais com madeira e látex explorados comercialmente. As Restingas com grande variedade de formações vegetais ocupam quase toda a extensão da costa do Espírito Santo. O estudo procurou responder às seguintes questões: quais são as espécies de Sapotaceae estabelecidas sobre as Restingas do Espírito Santo e quais os ambientes preferenciais de ocorrência de suas populações? A pesquisa envolveu coletas e observações de exemplares, bem como a análise de coleções depositadas em herbários. Foram identificados 18 táxons pertencentes a cinco gêneros: Pouteria Aubl. (9), Manilkara Adans. (4), Chrysophyllum L. (3), Micropholis (Griseb.) Pierre (1) e Sideroxylon L. (1). São apresentadas descrições dos táxons, chave de identificação, caracteres diagnósticos em campo, comentários e ilustrações. Duas espécies são citadas pela primeira vez para o Espírito Santo e uma, conhecida até então para as Florestas de Tabuleiros, é citada para as Restingas. Frutos de três espécies até então desconhecidos são caracterizados e ilustrados. A família está representada em sete diferentes formações de Restinga, sendo a Floresta Arenosa Litorânea a que detém maior número de táxons (17) seguida das formações aberta de Ericaceae (3) e pós-praia (2). As Restingas do litoral Norte apresentam maior número de táxons (15), seguido do litoral Centro-sul (12) e Sul (6).

Keywords : flora do Brasil; Floresta Atlântica; florística; Planície costeira; taxonomia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License