SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70Ethnobotany as a tool for the socio-environmental management of a sustainable use protected áreaO vigor da planta altera a densidade de galhas em populações de Baccharis longiattenuata (Asteraceae) sob distintas condições de solo? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Rodriguésia

Print version ISSN 0370-6583On-line version ISSN 2175-7860

Abstract

TEIXEIRA, Nayara Dias Alves; MARIMON, Beatriz Schwantes; ELIAS, Fernando  and  HUR MARIMON-JUNIOR, Ben. Padrões espaciais de samambaias em Floresta Estacional Perenifólia na transição Amazônia-Cerrado. Rodriguésia [online]. 2019, vol.70, e02572016.  Epub Apr 25, 2019. ISSN 0370-6583.  http://dx.doi.org/10.1590/2175-7860201970011.

O clima e as condições edáficas são importantes preditores dos padrões espaciais e da diversidade alfa de espécies vegetais. A distribuição espacial das populações vegetais fornece informações sobre processos ecológicos que regem as comunidades. Nesse estudo investigamos a riqueza e os padrões espaciais intra e interespecíficos de espécies de samambaias em uma Floresta Estacional Perenifólia na transição Amazônia-Cerrado. Descrevemos os padrões espaciais através da função O’ring univariada e bivariada. Registramos quatro espécies de samambaias (Trichomanes pinnatum, Lindsaea pallida, Adiantum incertum e Campyloneurum phyllitidis). Todas as espécies exibiram o padrão espacial intraespecífico agregado. O padrão interespecífico positivo foi observado entre as espécies T. pinnatum e A. incertum, e L. pallida e A. incertum, porém, não observamos relações espaciais entre T. pinnatum e L. pallida. A forte sazonalidade climática aliada à homogeneidade topográfica pode estar influenciando na baixa riqueza de espécies. A agregação observada para essas espécies é um indicativo de que a limitação de dispersão e a estruturação do habitat estão determinando suas distribuições espaciais. As associações espaciais positivas das espécies podem estar sendo potencializadas pelo estresse ambiental durante o período de seca. A ausência de relações espaciais pode ser um indício de que a neutralidade pode explicar parcialmente a distribuição de samambaias na floresta estudada.

Keywords : associações espaciais interespecíficas; associações espaciais intraespecíficas; distribuição espacial; riqueza de espécies.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )