SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número3Analysis of biodegradation of orthodontic brackets using scanning electron microscopyCephalometric evaluation of vertical and anteroposterior changes associated with the use of bonded rapid maxillary expansion appliance índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Dental Press Journal of Orthodontics

versión On-line ISSN 2176-9451

Resumen

FERES, Murilo Fernando Neuppmann; ENOKI, Carla; ANSELMO-LIMA, Wilma Terezinha  y  MATSUMOTO, Mirian Aiko Nakane. Dimensões nasofaringeanas e faciais em diferentes padrões morfológicos. Dental Press J. Orthod. [online]. 2010, vol.15, n.3, pp. 52-61. ISSN 2176-9451.  http://dx.doi.org/10.1590/S2176-94512010000300007.

OBJETIVO: o presente estudo propõe-se a comparar as dimensões da nasofaringe e as características esqueléticas avaliadas por exame cefalométrico, em indivíduos com padrões morfológicos distintos. MÉTODOS: foram utilizadas 90 telerradiografias de pacientes de ambos os gêneros, de 12 a 16 anos de idade, as quais foram igualmente divididas em três grupos distintos, referentes aos padrões morfológicos - braquifacial, mesofacial e dolicofacial. Foram realizadas medições específicas da região nasofaringeana (ad1-Ptm, ad2-Ptm, ad1-Ba, ad2-S0, (ad1-ad2-S0-Ba-ad1/Ptm-S 0-Ba-Ptm) X 100, e Ptm-Ba) e relativas ao padrão esquelético da face. RESULTADOS: observou-se que os pacientes dolicofaciais apresentaram menor profundidade sagital óssea (Ptm-Ba) e da via aérea da nasofaringe (ad1-Ptm e ad2-Ptm). Sugere-se que essas diferenças estejam relacionadas a um posicionamento relativamente mais posterior da maxila, comum a esses pacientes. Todavia, não foram detectadas diferenças quanto à espessura de tecido mole na parede posterior nasofaringeana (ad1-Ba e ad2-S0), ou à sua proporção em relação a toda a área delimitada para a nasofaringe [(ad1-ad2-S0-Ba-ad1/Ptm-S 0-Ba-Ptm) X 100]. CONCLUSÃO: sugere-se, portanto, que as características faciais de excesso vertical encontradas em pacientes dolicofaciais podem ocorrer, dentre outros fatores, em virtude da obstrução da via aérea nasofaringeana, uma vez que tais dimensões se apresentaram menores para os dolicofaciais.

Palabras llave : Respiração oral; Nasofaringe; Cefalometria.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · pdf en Inglés | Portugués