SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue4Evaluation of shear bond strength of different treatments of ceramic bracket surfacesKnoop hardness of enamel and shear bond strength of brackets bonded with composite resin with and without fluoride author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Dental Press Journal of Orthodontics

On-line version ISSN 2176-9451

Abstract

MACHADO, Eduardo; MACHADO, Patricia  and  CUNALI, Paulo Afonso. Utilização de sulfato de condroitina e sulfato de glicosamina nas alterações degenerativas da ATM: uma revisão sistematica. Dental Press J. Orthod. [online]. 2012, vol.17, n.4, pp. 1-5. ISSN 2176-9451.  http://dx.doi.org/10.1590/S2176-94512012000400006.

INTRODUÇÃO: as alterações degenerativas da Articulação Temporomandibular (ATM) têm aumentado em prevalência e em severidade ao longo dos anos. Dentro desse contexto, surge a necessidade de se obter terapêuticas efetivas e seguras para o controle e o manejo do paciente em situações de osteoartrite e osteoartrose da ATM. As opções terapêuticas variam desde protocolos de infiltrações articulares, dispositivos interoclusais, terapias farmacológicas e medidas fisioterápicas e educacionais. A alternativa de tratamento com agentes modificadores de estrutura - tais como o sulfato de condroitina e o sulfato de glicosamina - apresenta resultados promissores e, principalmente, seguros. OBJETIVO: através de uma revisão sistemática da literatura, este trabalho teve como objetivo analisar e discutir a efetividade e a segurança da condroitina e da glicosamina nas alterações degenerativas da ATM. MÉTODOS: levantamento nas bases de dados MEDLINE, Cochrane, Embase, PubMed, LILACS e BBO, no período compreendido entre 1966 e 2009, com enfoque em estudos clínicos randomizados (RCTs) e quase-randomizados, revisões sistemáticas e meta-análises. RESULTADOS: após a aplicação dos critérios de inclusão, chegou-se a dois artigos (estudos clínicos randomizados controlados e duplo-cegos), que avaliaram a efetividade da condroitina e da glicosamina nas alterações degenerativas da ATM. CONCLUSÃO: existe a necessidade da realização de novos RCTs - com amostras representativas e tempo de acompanhamento longo - para a obtenção de relações causa-efeito mais precisas e para que se consiga um protocolo objetivo e eficaz, envolvendo a condroitina e a glicosamina, em situações de alterações degenerativas da ATM.

Keywords : Condroitina; Glicosamina; Articulação temporomandibular; Síndrome da disfunção da articulação temporomandibular; Transtornos da articulação temporomandibular; Osteoartrite.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English