SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue4Comparative study of frictional forces generated by NiTi archwire deformation in different orthodontic brackets: In vitro evaluationStability of maxillary anterior crowding treatment author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Dental Press Journal of Orthodontics

On-line version ISSN 2176-9451

Abstract

BUZZONI, Roberta; ELIAS, Carlos N.; FERNANDES, Daniel J.  and  MIGUEL, José Augusto M.. Avaliação da fricção superficial apresentada por braquetes autoligáveis em condições de tracionamento sob angulação. Dental Press J. Orthod. [online]. 2012, vol.17, n.4, pp. 51-56. ISSN 2176-9451.  http://dx.doi.org/10.1590/S2176-94512012000400013.

OBJETIVO: avaliar a fricção apresentada por braquetes autoligáveis de aço inoxidável com sistema passivo de tampa deslizante sob angulação de 0 grau e 2,5 graus, e comparar o comportamento desse grupo sob angulação nula com o de um grupo de braquetes autoligáveis com sistema ativo de tampa resiliente. MÉTODOS: foram utilizados 25 braquetes de caninos superiores, divididos em 5 grupos - braquetes autoligáveis passivos Damon SL II sob angulação de 0 grau e de 2,5 graus; braquetes convencionais Gemini amarrados com ligaduras elásticas sob as mesmas angulações; e um grupo formado pelo sistema ativo Time 2, sob angulação nula. A hipótese a ser testada é se artefatos autoligáveis com sistema de tampa passiva são mais efetivos no controle da fricção do que dispositivos contendo coberturas ativas. O tracionamento foi realizado segundo emprego de 25 segmentos de fio de aço inoxidável 0,020" na máquina de ensaios EMIC DL 10000 com célula de carga de 2,0kg. Cada conjunto braquete/fio foi responsável pela geração de quatro corpos de prova, totalizando-se 100 leituras. As comparações entre médias dos valores foram realizadas através da Análise de Variância (one-way ANOVA) com correções pelo coeficiente de Bonferroni. RESULTADOS E CONCLUSÃO: as médias de fricção encontradas confirmaram a hipótese em teste, de que o sistema de braquetes Damon SL II é mais eficiente no controle do atrito do que o sistema de tampa ativa sob angulação de 0 grau (p<0,01). Quando submetidos a angulações de 2,5 graus, a fricção aumentou significativamente (p<0,01), porém mantendo-se ainda muito inferior aos patamares evidenciados no grupo de braquetes convencionais amarrados com ligaduras elásticas.

Keywords : Braquetes; Fricção; Aço inoxidável.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English