SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número3The assessment of resting tongue posture in different sagittal skeletal patternsMechanical and histological evaluation of a titanium device for orthodontic anchorage, placed with or without cyanoacrylate adhesive índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Dental Press Journal of Orthodontics

versión impresa ISSN 2176-9451versión On-line ISSN 2177-6709

Resumen

FERREIRA, Larissa A. et al. Periodontal parameters of two types of 3 x 3 orthodontic retainer: a longitudinal study. Dental Press J. Orthod. [online]. 2019, vol.24, n.3, pp.64-70.  Epub 01-Ago-2019. ISSN 2176-9451.  http://dx.doi.org/10.1590/2177-6709.24.3.064-070.oar.

Introdução:

as contenções ortodônticas fixas são amplamente utilizadas após o tratamento ortodôntico, sendo fundamental que esses dispositivos não se tornem prejudiciais à saúde dentária, já que serão usados por um longo período.

Objetivo:

o presente estudo teve como objetivo a avaliação periodontal da região da arcada inferior, comparando as condições de acúmulo de placa e cálculo ao longo do fio e na margem gengival, em decorrência do uso da contenção convencional (fio 0,8 mm de aço inoxidável colado apenas nos caninos) ou de uma contenção pré-fabricada com fio trançado (0,2 x 0,7 mm colado em todos os dentes anteroinferiores) após exposição ao meio bucal.

Métodos:

participaram do estudo 15 voluntários adultos jovens (idades entre 18 e 25 anos) que utilizaram dois tipos de contenções, por seis meses cada. Foi utilizado um modelo de estudo longitudinal, randomizado, com washout de 15 dias. Os parâmetros periodontais utilizados foram: índice gengival, índice de placa e índice de cálculo. O cálculo acumulado ao longo da contenção foi avaliado e todos os pacientes responderam a um questionário sobre o uso, aceitação e conforto de ambos os tipos de contenção.

Resultados:

observou-se que o índice de placa foi maior para a contenção com fio trançado (p<0,05), assim como o índice gengival (p<0,05). O mesmo ocorreu para o índice de cálculo nas faces proximais e lingual (p<0,05). O índice de cálculo ao longo do fio também foi significativamente maior para a contenção com fio trançado (p<0,05). Em relação ao questionário aplicado, 60% dos voluntários consideraram que a contenção com fio trançado foi mais desconfortável, e todos eles preferiram a contenção convencional.

Conclusão:

concluiu-se que a contenção convencional apresentou melhores resultados periodontais, quando comparada à contenção pré-fabricada com fio trançado.

Palabras clave : Contenções ortodônticas; Gengivite; Ortodontia corretiva; Periodontia.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )