SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número4Dimensões do palato duro de respiradores nasais e orais por diferentes etiologiasQualidade de vida de pais/cuidadores de crianças e adolescentes com síndrome de Down índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

versão On-line ISSN 2179-6491

Resumo

BOLZAN, Geovana de Paula et al. Tipo facial e postura de cabeça de crianças respiradoras nasais e orais. J. Soc. Bras. Fonoaudiol. [online]. 2011, vol.23, n.4, pp.315-320. ISSN 2179-6491.  http://dx.doi.org/10.1590/S2179-64912011000400005.

OBJETIVO: Verificar o tipo facial e a postura de cabeça de crianças respiradoras nasais, e respiradoras orais de etiologia obstrutiva e viciosa, e correlacionar o índice morfológico da face à angulação da postura da cabeça no plano sagital. MÉTODOS: Participaram 59 crianças com idades entre 8 anos e 11 anos e 10 meses. Todas passaram por triagem fonoaudiológica, avaliação otorrinolaringológica, e exame de nasofibrofaringoscopia, o que possibilitou a constituição de três grupos: com respiração nasal - 15 crianças; com respiração oral obstrutiva - 22 crianças; e com respiração oral viciosa - 22 crianças. Foram mensuradas a altura e a largura da face com paquímetro digital, para determinação do índice e do tipo facial. A postura da cabeça foi avaliada por meio de exame físico e fotogrametria computadorizada. RESULTADOS: Verificou-se predomínio de face curta nos respiradores nasais e de face longa nos respiradores orais. Houve associação entre tipo facial e modo respiratório/etiologia da respiração oral, o tipo braquifacial foi mais frequente nos respiradores nasais e menos frequente nos respiradores orais de etiologia obstrutiva. As crianças dos três grupos apresentaram postura de cabeça semelhante. Não foi verificada correlação entre índice morfológico da face e a postura da cabeça. CONCLUSÃO: O tipo braquifacial favorece o modo respiratório nasal e que a postura da cabeça não é influenciada pelo modo respiratório e etiologia da respiração oral, assim como não está relacionada ao tipo facial.

Palavras-chave : Respiração bucal [etiologia]; Face [anatomia & histologia]; Postura; Fotogrametria; Criança.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf epdf ) | Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons