SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2Estudo eletrofisiológico da audição em recém-nascidos a termo pequenos para a idade gestacionalProcessamento auditivo temporal de trabalhadores rurais expostos a agrotóxico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

versão On-line ISSN 2179-6491

Resumo

SOUSA, Luciana Leal de; DIAS, Karin Ziliotto  e  PEREIRA, Liliane Desgualdo. Resolução temporal com estímulos clique e tom puro em jovens com sensibilidade auditiva normal. J. Soc. Bras. Fonoaudiol. [online]. 2012, vol.24, n.2, pp.168-173. ISSN 2179-6491.  http://dx.doi.org/10.1590/S2179-64912012000200014.

OBJETIVO: Avaliar a habilidade auditiva de resolução temporal e comparar as versões do teste de detecção de intervalos aleatórios (RGDT) com estímulos do tipo tom puro e clique. MÉTODOS: Participaram deste estudo 40 indivíduos jovens com idades entre 18 e 25 anos, de ambos os gêneros e limiares auditivos normais para as frequências sonoras de 250 Hz a 8 kHz. Inicialmente, os participantes foram submetidos à avaliação audiológica básica. Posteriormente, foram submetidos ao teste RGDT com estímulos auditivos do tipo tom puro e clique. Ao final obteve-se o limiar de acuidade temporal, que corresponde ao menor intervalo de silêncio no qual o paciente percebe que está ouvindo dois sons, para cada tipo de estímulo, denominados limiar de acuidade temporal final para tons puros (média dos limiares obtidos para 500 Hz, 1k, 2k e 4 kHz), e o limiar de acuidade temporal para clique. RESULTADOS: A média do limiar de acuidade temporal para a frequência sonora de 500 Hz foi de 7,25 ms; para a frequência de 1 kHz foi de 7,25 ms; para a frequência de 2 kHz foi de 6,73 ms; para a frequência de 4 kHz foi de 6,03 ms. O limiar de acuidade temporal final foi de 6,72 ms. A média do limiar de acuidade temporal para clique foi de 6,43 ms. Não foi encontrada diferença quanto aos limiares de acuidade temporal ao comparar estímulos dos tipos tom puro e clique. CONCLUSÃO: Não há diferença no desempenho dos indivíduos para a habilidade auditiva de resolução temporal, independente do estímulo auditivo utilizado.

Palavras-chave : Testes auditivos; Audição; Estimulação acústica; Percepção auditiva; Adulto; Valores de referência.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons