SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número3Aquisição fonológica do Português Brasileiro em crianças do Rio de JaneiroUm julgamento de concretude de palavras índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

versão On-line ISSN 2179-6491

Resumo

JESUS, Marisa de Sousa Viana  e  REIS, Cesar. Descrição fonética eletropalatográfica de fones alveolares. J. Soc. Bras. Fonoaudiol. [online]. 2012, vol.24, n.3, pp.255-261. ISSN 2179-6491.  http://dx.doi.org/10.1590/S2179-64912012000300011.

OBJETIVO: Realizar a descrição articulatória do Português Brasileiro, examinando-se o contato da língua com o palato na produção de fones consonantais. MÉTODOS: Foi utilizada a eletropalatografia (EPG) de consoantes alveolares do Português Brasileiro de um sujeito com fala típica, considerando-se o índice alveolar, pós-alveolar, palatal e velar e a porcentagem de contatos ativados no ponto de máxima constrição, assim como a inspeção visual dos palatogramas. RESULTADOS: Observou-se, conforme o esperado, que todos os fones avaliados têm, no ponto de máxima constrição, maior contato na região alveolar. Os fones /t/, /d/ e /n/ foram os que apresentaram maior contato alveolar, com obstrução total da corrente aérea; os fones fricativos /s/ e /z/ caracterizaram-se pela ausência de contato no eixo longitudinal central; o fone lateral /l/ não apresentou contato no eixo longitudinal lateral e o tapa, /ɾ/, apresentou poucos contatos da língua com o palato e foi produzido com o menor tempo de duração. CONCLUSÃO: Por meio da eletropalatografia, pode-se fazer uma descrição detalhada da forma e da extensão do contato língua-palato nos diferentes fones alveolares do Português.

Palavras-chave : Fonética; Fala; Língua; Palato; Avaliação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons