SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número3Técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto aplicadas na identificação de conflitos do uso da terra em Seropédica-RJMapeamento de campos hidromórficos na serra Catarinense por meio de modelagem hidrológica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Floresta e Ambiente

versão On-line ISSN 2179-8087

Resumo

FONSECA, Sabrina Nascimento; RIBEIRO, José Hugo Campos  e  CARVALHO, Fabrício Alvim. Estrutura e diversidade da regeneração arbórea em uma floresta secundária urbana (Juiz de Fora, MG, Brasil). Floresta Ambient. [online]. 2013, vol.20, n.3, pp.307-315.  Epub 27-Set-2013. ISSN 2179-8087.  https://doi.org/10.4322/floram.2013.031.

Este estudo foi realizado em uma mancha de floresta estacional semidecidual no Campus da Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora-MG. Foram alocadas 15 parcelas de 5 × 5 m, nas quais todos os indivíduos com altura ≥ 1 m e DAP < 5 cm (DAP: diâmetro à altura do peito a 1,30 m do solo) foram amostrados. Foram amostrados 487 indivíduos pertencentes a 45 espécies. As espécies de maior valor e importância foram a exótica Syzygium jambos (22,06%) e a pioneira Miconia latecrenata (14,75%). O Índice de Diversidade de Shannon (H') foi 2,65 nats.ind - 1 e a Equabilidade de Pielou (J) foi 0,69. O grupo ecológico predominante foi o das pioneiras (57,7% das espécies e 41,1% dos indivíduos). A expressiva densidade da espécie exótica S. jambos, a baixa diversidade de espécies e a alta densidade de pioneiras mostram dificuldades de avanço da comunidade arbórea para estágios mais avançados.

Palavras-chave : regeneração florestal; sucessão florestal; floresta urbana.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons