SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número3Desenvolvimento quantitativo e qualitativo de Tectona Grandis L.f. em Mato GrossoEfeito da luz e da temperatura na germinação de sementes de Cochlospermum vitifolium (Will.) Sprengel índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Floresta e Ambiente

versão On-line ISSN 2179-8087

Resumo

MEDEIROS, José George Ferreira et al. Extratos vegetais no controle de patógenos em sementes de Pterogyne nitens Tul. Floresta Ambient. [online]. 2013, vol.20, n.3, pp.384-390.  Epub 24-Set-2013. ISSN 2179-8087.  https://doi.org/10.4322/floram.2013.029.

A demanda por sementes florestais para reflorestamento e outras finalidades poderá se constituir em um meio de disseminação de patógenos, que podem comprometer a qualidade fisiológica das sementes. Assim, objetivou-se avaliar o efeito de extratos naturais de melão-de-são-caetano (Momordica charantia) e alamanda (Allamanda blanchetti) sobre a micoflora e a fisiologia de sementes de Pterogyne nitens. Os seguintes tratamentos fitossanitários foram avaliados: testemunha (sementes não tratadas); fungicida Captan® (240 g/100 kg), e extratos de melão-de-são-caetano e alamanda nas concentrações de 10, 100, 500 e 1000 ppm. No teste de germinação, avaliaram-se a porcentagem de germinação, a primeira contagem e o índice de velocidade de germinação (IVG). Os extratos vegetais de melão-de-são-caetano e alamanda reduziram a incidência de fungos e aumentaram o percentual de germinação das sementes de P. nitens.

Palavras-chave : semente florestal; controle alternativo; patologia de sementes.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons