SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número1Prognose da Estrutura Diamétrica em Floresta Ombrófila MistaFormigas (Hymenoptera: Formicidae) Bioindicadoras de Degradação Ambiental em Poxoréu, Mato Grosso, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Floresta e Ambiente

versão On-line ISSN 2179-8087

Resumo

CORREIA, Geanna Gonçalves de Souza  e  MARTINS, Sebastião Venâncio. Banco de Sementes do Solo de Floresta Restaurada, Reserva Natural Vale, ES. Floresta Ambient. [online]. 2015, vol.22, n.1, pp.79-87. ISSN 2179-8087.  http://dx.doi.org/10.1590/2179-8087.096714.

Visando comparar a composição e estrutura do banco de sementes do solo de uma Floresta em Restauração (FR) e o de um Ecossistema de Referência (ER) foi realizado este estudo, por meio de 60 amostras de 30 cm × 30 cm × 5 cm do solo superficial coletadas na Reserva Natural Vale, Linhares, Espírito Santo. Durante seis meses germinaram indivíduos de 25 espécies e 15 famílias botânicas. Constatou-se elevada densidade de Urochloa decumbens (brachiária) na FR, espécie invasora e inibidora do processo de sucessão ecológica, o que representa um problema em casos de possíveis perturbações. Por outro lado, a presença de espécies facilitadoras de sucessão como Cecropia e Trema na FR caracteriza-se de forma positiva, visto que essas espécies são responsáveis pela regeneração florestal pós-distúrbios e não foram utilizadas durante o plantio na área, ou seja, a floresta em restauração está se comportando como um ecossistema que já apresenta resiliência a distúrbios como abertura de clareiras.

Palavras-chave : Floresta Ombrófila Densa; indicadores de restauração; ecossistema de referência; sementes; Floresta de Tabuleiro.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )