SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número2Determinação da Distância de Dispersão Efetiva de Cabralea canjeranaCompactação de um Solo Submetido ao Tráfego do Harvester e do Forwarder na Colheita de Madeira índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Floresta e Ambiente

versão impressa ISSN 1415-0980versão On-line ISSN 2179-8087

Resumo

BENINI, Rubens de Miranda  e  MENDIONDO, Eduardo Mario. Urbanização e Impactos no Ciclo Hidrológico na Bacia do Mineirinho. Floresta Ambient. [online]. 2015, vol.22, n.2, pp.211-222. ISSN 2179-8087.  http://dx.doi.org/10.1590/2179-8087.103114.

Este trabalho teve como objetivo comparar cenários de ocupação urbana e seus efeitos no ciclo hidrológico da Bacia do Mineirinho. Buscou-se avaliar os riscos de enchentes causados pelo aumento das áreas de impermeabilização que tem ocorrido com a implantação do novo Campus da USP, São Carlos, SP. Foram estabelecidos quatro cenários de ocupação urbana: cenário pré-urbanização (1972); cenário 2000, cenário 2025 com Plano Diretor (CPD); e cenário 2025 sem Plano Diretor (SPD). Para comparação dos diferentes cenários realizaram-se simulações hidrológicas com modelo hidrológico IPH II. Pode-se observar que no cenário 2025 SPD a vazão máxima aumentou 388,0% quando comparada ao cenário 1972 e 319,4% quando comparada ao cenário 2000. Entre os cenários 2025 CPD e 2025 SPD há diminuição de 22,3% na vazão máxima e aumento no tempo de pico é de 50 minutos. Mesmo com aplicação de diretrizes do PD os riscos de inundações continuam altos.

Palavras-chave : bacia hidrográfica; controle de enchentes; simulação hidrológica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )