SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue4Crown Area as a Parameter for Biomass Estimation of Croton sonderianus Müll. Arg.Correlations between Eucalyptus Clonal Cutting Quality and Performance after Planting author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Floresta e Ambiente

Print version ISSN 1415-0980On-line version ISSN 2179-8087

Abstract

LUSTOSA JUNIOR, Ilvan Medeiros et al. Índices de Competição na Avaliação do Crescimento Arbóreo em Floresta Estacional Semidecidual. Floresta Ambient. [online]. 2019, vol.26, n.4, e20160107.  Epub July 04, 2019. ISSN 1415-0980.  http://dx.doi.org/10.1590/2179-8087.010716.

A maioria dos estudos que analisa o comportamento da competição arbórea é voltada para plantios homogêneos e equiâneos. Nota-se, portanto, uma carência de informações deste tipo em florestas naturais de elevada biodiversidade. Objetivou-se com este trabalho avaliar a competição em um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual, por grupo ecológico, grupos demandantes e não demandantes de luz para todas as espécies amostradas no fragmento. Foram empregados índices de competição independentes da distância e semidependentes da distância. O índice BAL (basal area in larger trees), sem raio de influência, obteve o melhor desempenho para analisar como a competição afeta o crescimento dos indivíduos no fragmento estudado. Concluiu-se que avaliar a competição por grupo ecológico é mais eficaz, e os resultados confirmam que a competição florestal não pode ser determinada apenas pela aplicação de um raio fixo de influência dos vizinhos em relação à árvore-objeto.

Keywords : Mata Atlântica; grupos ecológicos; raios de concorrência; manejo florestal.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )