SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número2O destino dos detritos de Eichhornia azurea (Sw.) Kunth. em um reservatório tropicalMacrófitas aquáticas em áreas úmidas naturais e manejadas do Rio Grande do Sul, sul do Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Limnologica Brasiliensia

versão On-line ISSN 2179-975X

Resumo

COSTA, Mara Lucia Rodrigues  e  HENRY, Raoul. Conteúdos de fósforo, nitrogênio e carbono de macrófitas em lagoas laterais a um rio tropical (Rio Paranapanema, São Paulo, Brasil). Acta Limnol. Bras. (Online) [online]. 2010, vol.22, n.2, pp.122-132. ISSN 2179-975X.  https://doi.org/10.4322/actalb.02202002.

OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi determinar os conteúdos de fósforo, nitrogênio e carbono de espécies de macrófitas aquáticas em duas épocas do ano na zona de transição terra-água de três lagos laterais ao Rio Paranapanema (São Paulo); MÉTODOS:  Plantas, água e sedimento foram coletados durante dois períodos distintos (agosto 1998 e fevereiro de 1999) em três transecções perpendiculares à zona litoral dos locais amostrados. Para a determinação do conteúdo de fósforo, nitrogênio e carbono das espécies de macrófitas aquáticas, estruturas aéreas e submersas dos vegetais (folhas, raízes e caules) foram usadas; RESULTADOS: Na Lagoa do Camargo, que tem baixa associação com o rio durante o período seco (agosto 1998), o conteúdo mais alto de fósforo e nitrogênio foi encontrado em Salvinia auriculata Aublet. Durante a estação chuvosa (fevereiro 1999), Echinochloa polystachya (H.B.K.) Hitch foi a espécie com os conteúdos mais elevados de fósforo, nitrogênio e de carbono. Na Lagoa do Coqueiral (um ambiente com grande conectividade com o rio), as mais altas concentrações de fósforo e de nitrogênio durante o período seco foram observadas em Cyperus esculentus L. Conteúdos similares de carbono foram encontrados em ambos, C. esculentus e Eichhornia azurea (Swartz) Kunth. Durante o período chuvoso, as espécies com as mais elevadas concentrações de fósforo e nitrogênio foram E. polystachya, Ludwigia octovalis (Jacq.) P.H.Raven e Polygonum spectabile Mart. Em relação às plantas coletadas durante o período seco na Lagoa dos Cavalos, que é isolada do rio, Myriophyllum aquaticum (Vellozo) Verdcourt foi a espécie com as mais altas concentrações de fósforo e nitrogênio. Todas as espécies de macrófitas aquáticas apresentaram concentrações similares de carbono. A mais alta concentração de fósforo foi registrada em C. esculentus; CONCLUSÕES: Os sedimentos das Lagoas Camargo e Coqueiral (ambas com associação permanente com o rio) e alguns locais de fundo da Lagoa dos Cavalos (um ambiente isolado do rio) podem ser considerados como similares. São caracterizados por apresentar mais fósforo, matéria orgânica, limo e argila no sedimento que nos demais locais, podendo afetar o conteúdo em macro-nutrientes das macrófitas. Na lagoa isolada, a degradação de plantas submersas na interface terra-água contribuiu para o estoque de nutrientes das macrófitas aquáticas.

Palavras-chave : fósforo; nitrogênio; conteúdo; macrófitas; lagos tropicais.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons