SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número2Herbáceas aquáticas das áreas alagáveis amazônicas: estado da arte e estudos necessáriosVariáveis limnológicas e conteúdo nutricional de macrófitas aquáticas submersas em uma lagoa tropical índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Limnologica Brasiliensia

versão On-line ISSN 2179-975X

Resumo

PISTORI, Raquel Eduarda Trevisan; HENRY-SILVA, Gustavo Gonzaga; BIUDES, José Francisco Vicente  e  CAMARGO, Antonio Fernando Monteiro. Influência do efluente de aqüicultura sobre o crescimento de Salvinia molesta. Acta Limnol. Bras. (Online) [online]. 2010, vol.22, n.2, pp.179-186. ISSN 2179-975X.  http://dx.doi.org/10.4322/actalb.02202007.

OBJETIVO: A aqüicultura gera benefícios sociais e econômicos, mas também causa impactos ao ambiente. Um dos principais impactos é o lançamento de efluentes sem tratamento em ambientes como rios, reservatórios e lagos, o que pode afetar populações e comunidades aquáticas. Neste trabalho foi testada a hipótese de que o efluente de aqüicultura favorece o crescimento da macrófita aquática flutuante Salvinia molesta; MÉTODOS: O estudo foi realizado em uma represa não impactada (RNI) e outra represa impactada (RI) por lançamentos de efluentes de aqüicultura e teve duração de nove meses. Em cada uma das represas foram fixadas quatro unidades experimentais contendo 10 rametes de S. molesta. Mensalmente, foram determinadas variáveis limnológicas da água e a biomassa de S. molesta nas duas represas; RESULTADOS: Os valores de temperatura, turbidez, condutividade elétrica, alcalinidade, clorofila-a, nitrogênio Kjeldahl total e fósforo total foram superiores na RI em todos os meses do estudo. As concentrações de nitrogênio e fósforo total na biomassa de S. molesta da RI foram maiores do que as da RNI, ao final do experimento. Os valores de capacidade suporte (K) para S. molesta na RNI foram de 3,0 ± 0,7 g MS.m-2 e na RI foi de 37,4 ± 2,4 g MS.m-2; CONCLUSÕES: Concluiu-se que o lançamento de efluente de aqüicultura modifica as características limnológicas da água da represa receptora e que o crescimento de Salvinia molesta é favorecido pelo efluente de aqüicultura, provavelmente, devido ao aumento das concentrações de nitrogênio e fósforo na água.

Palavras-chave : macrófita aquática flutuante; nutrientes; capacidade suporte; eutrofização; composição química.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons