SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue1The effect of the land use on phytoplankton assemblages of a Cerrado stream (Brazil)Hydrological stress as a limiting factor of the invasion of Limnoperna fortunei (Dunker, 1857) in the Upper Paraná River (Brazil) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Limnologica Brasiliensia

On-line version ISSN 2179-975X

Abstract

PEREIRA, Sabrina Amaral; TRINDADE, Cláudio Rossano Trindade; ALBERTONI, Edélti Faria  and  PALMA-SILVA, Cleber. Macrófitas aquáticas como indicadores da qualidade da água em pequenos lagos rasos subtropicais, Sul do Brasil. Acta Limnol. Bras. [online]. 2012, vol.24, n.1, pp. 52-63.  Epub Sep 04, 2012. ISSN 2179-975X.  http://dx.doi.org/10.1590/S2179-975X2012005000026.

OBJETIVO: Foi avaliado o potencial bioindicador da comunidade de macrófitas aquáticas em seis pequenos lagos rasos. MÉTODOS: O acompanhamento foi mensal durante um ano, sendo que em cada coleta, além do registro de todas as espécies de macrófitas foram determinadas a temperatura da água, oxigênio dissolvido, pH, condutividade elétrica, alcalinidade total, clorofila-a, material em suspensão, nitrogênio total (Nt) e fósforo total (Pt). RESULTADOS: No total, quarenta e três espécies foram registradas, e ocorreram diferenças significativas na riqueza de espécies e nas condições limnológicas entre os lagos estudados. A análise de correspondência canônica mostrou que a concentração de nutrientes (Nt e Pt), clorofila-a, material em suspensão, oxigênio dissolvido e pH foram os mais importantes preditores da distribuição das macrófitas aquáticas. Algumas espécies emergentes estiveram relacionadas alta concentração de nutrientes, de clorofila-a, e de material em suspensão. Por outro lado, a maioria das espécies submersas foram associadas a ambientes com baixa concentração de nutrientes e os menores valores de clorofila-a, e de material em suspensão. Além disso, algumas espécies submersas e flutuantes foram relacionadas a baixos valores de pH, alcalinidade e oxigênio dissolvido. As diferenças limnológicas entre os lagos podem ser apontadas como as principais causas da distribuição heterogênea observada das macrófitas. CONCLUSÕES: Estes resultados indicam a importância das características limnológicas dos diferentes ambientes na composição da comunidade de macrófitas aquáticas e o potencial papel bioindicador dessa comunidade em lagos rasos do sul do Brasil.

Keywords : bioindicadores; vegetação aquática; lagos rasos; eutrofização.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English