SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30Distribuição espacial e variação temporal da assembleia de microcrustáceos (Cladocera e Copepoda) em diferentes compartimentos de um reservatório no semiárido brasileiroA oscilação do volume de água do reservatório influencia da mesma forma na dieta de peixes? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Limnologica Brasiliensia

versão impressa ISSN 0102-6712versão On-line ISSN 2179-975X

Resumo

CAVALCANTE, Herika; ARAUJO, Fabiana  e  BECKER, Vanessa. Dinâmica do fósforo na água de reservatórios tropicais semiáridos em um período de seca prolongada. Acta Limnol. Bras. [online]. 2018, vol.30, e105.  Epub 16-Abr-2018. ISSN 0102-6712.  http://dx.doi.org/10.1590/s2179-975x1617.

Objetivo

Verificar a distribuição vertical do fósforo na água e identificar as formas predominantes de P na coluna d’água, para entender a dinâmica do fósforo em reservatórios semiáridos tropicais em um período de seca prolongada.

Métodos

Foram analisados dois reservatórios da região semiárida do Rio Grande do Norte, durante o período de Maio de 2015 a Junho de 2016. Foram analisados: sólidos suspensos (SS), clorofila-a (Chl-a), oxigênio dissolvido (OD) e temperatura. Perfis verticais foram traçados para fósforo total (PT), fósforo total dissolvido (PTD), fósforo particulado (PP), fósforo orgânico dissolvido (POD) e fósforo reativo solúvel (FRS).

Resultados

Os valores de fósforo distribuídos na coluna d’água foram elevados para ambos os reservatórios, apresentando os maiores valores durante os períodos com menor profundidade. Gargalheiras apresentou maior predominância de PT e PP, enquanto Cruzeta apresentou os maiores valores de FRS. Os valores de Chl-a e SS também foram condizentes com os valores de fósforo: a Chl-a foi maior em Gargalheiras, enquanto os SS, principalmente inorgânicos, foram maiores em Cruzeta. Gargalheiras apresentou condições anóxicas próximo ao sedimento de maio de 2015 a dezembro de 2015, o que pode induzir a liberação de fósforo do sedimento para a coluna d’água. Valores demasiadamente elevados durante os meses mais rasos, principalmente em Cruzeta, podem ter sofrido influência da liberação de P do sedimento através da ressuspensão pelo vento.

Conclusões

As quantidades e os tipos predominantes de fósforo na coluna de água são de grande importância para entender a dinâmica do fósforo e apoiarão planos de restauração para os ambientes estudados. Neste estudo foi possível verificar que os reservatórios são suscetíveis à liberação de P do sedimento devido às condições ambientais, principalmente profundidades baixas, ressuspensão do vento e anoxia no hipolímnio.

Palavras-chave : formas de fósforo na água; seca prolongada; fertilização interna.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )