SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30Avanço da invasão de sistemas aquáticos por Ceratium furcoides (Dinophyta) em direção ao centro-norte brasileiro: novos registros em ambiente tropicaisRespostas de diferentes traços funcionais do fitoplâncton à heterogeneidade espacial e temporal em um extenso lago raso subtropical índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Limnologica Brasiliensia

versão impressa ISSN 0102-6712versão On-line ISSN 2179-975X

Resumo

ADAME, Kisay Lorena; DUNCK, Barbara  e  RODRIGUES, Liliana. Comunidade de algas perifíticas em ambientes lênticos da planície de inundação do Alto Rio Paraná: variação sazonal e espacial. Acta Limnol. Bras. [online]. 2018, vol.30, e205.  Epub 14-Nov-2018. ISSN 0102-6712.  http://dx.doi.org/10.1590/s2179-975x5017.

Resumo

Objetivo: Este trabalho objetivou avaliar a influência da variação sazonal do regime hidrológico e das variáveis limnológicas sobre a riqueza de espécies de algas perifíticas em lagos na planície de inundação do alto rio Paraná.

Métodos

A área de estudo está inserida no último trecho livre de barramentos nesta planície, e incluiu três lagos amostrados trimestralmente (maio, agosto e novembro de 2014, e fevereiro e maio de 2015), durante um ano. O material perifítico foi obtido de pecíolos da macrófita aquática Eichhornia azurea (Sw.) Kunth.

Resultados

Foram registrados 149 táxons, distribuídos em 9 classes. A riqueza de algas modificou-se em relação com a dinâmica sazonal do regime hídrico do rio Paraná. As mudanças do nível influenciaram diretamente as espécies de algas perifíticas. Nos períodos com alto nível d’água a riqueza de espécies aumentou. As variáveis limnológicas apresentaram uma estreita relação com a variação do regime hidrológico. As formas assimiláveis dos nutrientes e a turbidez foram os fatores abióticos que mais influenciaram a comunidade de algas. As espécies presentes em todos os ambientes foram Fragilaria capucina Desmazières, Gomphonema gracile Ehrenberg e Navicula cryptotenella Lange-Bertalot (Bacillariophyceae) e duas espécies do gênero Oedogonium (Oedogoniophyceae).

Conclusões

O regime hidrológico do rio Paraná constitui papel importante na estruturação das algas perifíticas. Variações sazonais do regime hidrológico e nas caraterísticas limnológicas influenciaram a riqueza desses organismos nos lagos desta planície.

Palavras-chave : perifíton; regime hidrológico; riqueza de espécies; variáveis limnológicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )