SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30Taxonomia e ecologia da ordem Surirellales (Bacillariophyceae) em reservatórios tropicais no Sudeste do BrasilEspécies perifíticas de Actinella Lewis (Ochrophyta, Bacillariophyceae) de uma Área de Proteção Ambiental na Amazônia Brasileira índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Limnologica Brasiliensia

versão impressa ISSN 0102-6712versão On-line ISSN 2179-975X

Resumo

JATI, Susicley; BORSALLI, Carla Cristiane de Jesus  e  TRAIN, Sueli. Euglenophyceae pigmentadas de ambiênte lêntico da Planície de Inundação do alto rio Paraná, Brasil. Acta Limnol. Bras. [online]. 2018, vol.30, e212.  Epub 14-Nov-2018. ISSN 0102-6712.  http://dx.doi.org/10.1590/s2179-975x8417.

Objetivo

Contribuir para o conhecimento taxonômico das Euglenophyceae pigmentadas da planície de inundação do alto rio Paraná, ampliando o levantamento da biodiversidade neste ecossistema, além de contribuir para o conhecimento da distribuição geográfica do grupo no Brasil.

Métodos

Foram realizadas amostragens trimestrais na região limnética de uma lagoa de várzea entre fevereiro de 2000 e março de 2009, totalizando 30 amostras. Estas foram obtidas a partir de arrastos verticais e horizontais com rede de plâncton com 15 µm de abertura de malha e preservadas em solução de Transeau. Foram preparadas e analisadas lâminas temporárias, nas quais os organismos foram identificados, medidos e fotografados em câmara digital, diretamente no microscópio óptico binocular Olympus em aumento de 400x e 1000x. Foi calculada a constância (C) de cada espécie nas amostras analisadas.

Resultados

Foram identificados 36 táxons. O gênero Trachelomonas Ehr. emend. Defl. foi o melhor representado com 20 táxons. Dentre os táxons inventariados 53% (19 táxons) constituem novos registros de ocorrência para a Planície de inundação do alto rio Paraná. Os táxons registrados como frequentes (33,3%) são considerados cosmopolitas e apresentam ampla distribuição geográfica no Brasil, no entanto, a maioria dos táxons inventariados (67%) foi classificada como esporádica ou rara, o que provavelmente está relacionado à grande variabilidade ambiental observada durante o período de estudo.

Conclusão

Entre os táxons descritos, 19 táxons constituíram novos registros de ocorrência para a Planície de Inundação do Alto Rio Paraná e ampliam a distribuição geográfica das Euglenophyceae para o Brasil.

Palavras-chave : taxonomia; lagoa de várzea; alga flagelada; Euglenofíceas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )