SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número43Escola como agência de civilização: projetos formativos e práticas pedagógicas para a educação rural no Brasil (1946-1964)Genealogia feminina: diálogo silencioso entre gerações índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História da Educação

versão On-line ISSN 2236-3459

Resumo

BRAS, José Viegas; GONCALVES, Maria Leal  e  HERNANDEZ DIAS, José. Pensar o homem como corpo: a cunhagem simbólica em Portugal e Espanha (século 19). Hist. Educ. [online]. 2014, vol.18, n.43, pp.109-126. ISSN 2236-3459.  http://dx.doi.org/10.1590/S2236-34592014000200007.

Neste artigo investigamos a construção do corpo pelos manuais de civilidade publicados em Portugal e em Espanha no século 19. Os manuais de civilidade constituíram um mecanismo de poder-saber disciplinador da burguesia em ascensão eque marcaram certo processo de subjectivação. A partir do corpo estabeleceu-se uma nova ordem, que elevou o orgânico ao funcional e simbólico, em sintonia com a classe burguesa em ascensão, e que buscou orientar cada indivíduo a constituir-se como um sujeito moral, dando-lhe distinção e prestígio.

Palavras-chave : corpo; história; manuais; civilidade.

        · resumo em Inglês | Espanhol | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons