SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue1Water deficit affects wood vessels of Croton floribundus Spreng. in different vegetation types, São Paulo State, BrazilEffects of xylem water transport on CO2 efflux of woody tissue in a tropical tree, Amazonas State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Hoehnea

On-line version ISSN 2236-8906

Abstract

COSTA, Vanessa Pires da; HAYASHI, Adriana Hissae; CARVALHO, Maria Angela Machado de  and  SILVA, Emerson Alves da. Aspectos fisiológicos, anatômicos e ultra-estruturais do rizoma de Costus arabicus L. (Costaceae) sob condições de déficit hídrico. Hoehnea [online]. 2012, vol.39, n.1, pp. 125-137. ISSN 2236-8906.  http://dx.doi.org/10.1590/S2236-89062012000100007.

Costus arabicus L. é uma espécie herbácea, nativa de mata, que acumula em seu rizoma amido como principal carboidrato de reserva. A seca é um dos fatores ambientais que pode regular o crescimento e o desenvolvimento das plantas, levando a alterações nas características fisiológicas, bioquímicas e anatômicas. Este trabalho objetivou avaliar a influência do déficit hídrico na anatomia, no conteúdo de carboidratos e na ultra-estrutura dos grãos de amido do rizoma de Costus arabicus L. submetidos aos ciclos de rega diário (Controle) e a cada sete (7d) e 15 dias (15d). Foram avaliados aspectos anatômicos e ultra-estruturais do rizoma, conteúdo relativo de água nas folhas (CRA), potencial hídrico foliar (Ψw), potencial osmótico do rizoma (Ψs), açúcares solúveis totais (AST) e redutores (AR) e amido do rizoma. Observaram-se reduções significativas do Ψw e do Ψs nas plantas 15d, porém com pequenas variações no CRA. Análises anatômicas mostraram que o rizoma é revestido pela epiderme ou súber estratificado e apresenta delimitação entre as regiões cortical e vascular que possuem numerosos grãos de amido e idioblastos com conteúdo fenólico. Alterações na anatomia dos rizomas foram observadas somente nas plantas irrigadas a cada 15 dias, em que as células do tecido de revestimento e das camadas corticais mais externas tornaram-se mais achatadas e com paredes sinuosas, porém, sem diferenças ultra-estruturais dos grãos de amido. O déficit hídrico imposto foi suficiente para gerar mudanças fisiológicas, bioquímicas e anatômicas nas plantas de Costus arabicus L. Essas alterações sugerem a ocorrência de um mecanismo de evitação à seca e demonstram que as alterações anatômicas foram dependentes da intensidade e duração do déficit hídrico.

Keywords : amido; estresse hídrico; seca.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese