SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue2Small ciliate Parmeliaceae species in Parque Estadual da Cantareira, São Paulo, São Paulo State, Brazil: the genera Bulbothrix, Parmelinella, and Parmelinopsis (Parmeliaceae, Ascomycota)Vascular epiphytes at the edge and interior of a Semideciduous Forest in Southeastern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Hoehnea

On-line version ISSN 2236-8906

Abstract

MEDEIROS, Maria Cláudia Melo Pacheco de et al. Mapeamento da vegetação em área de Floresta Ombrófila Densa no Parque Estadual da Serra do Mar, SP, Brasil, e composição florística do componente arbóreo de algumas fisionomias. Hoehnea [online]. 2012, vol.39, n.2, pp. 219-233. ISSN 2236-8906.  http://dx.doi.org/10.1590/S2236-89062012000200005.

Este trabalho teve como objetivos mapear fitofisionomias de uma área de Floresta Ombrófila Densa no Parque Estadual da Serra do Mar e caracterizar sua composição florística. Realizou-se interpretação de fotografias aéreas, em escala de 1:35.000, associada a estudos de campo. Foram mapeadas 13 fitofisionomias, classificadas como Floresta Ombrófila Densa Montana, Floresta Ombrófila Densa Aluvial ou Sistema Secundário. Três fisionomias identificadas na microbacia do Córrego Casa de Pedra foram estudadas com mais detalhes. Floresta ripária (RF), Floresta de fundo de vale (VF) e Floresta de encosta (HF) apresentaram distinções florísticas, como confirmado pela Análise de Correspondência Distendida (DCA) e pela Análise de Espécies Indicadoras (ISA), aqui realizadas. Distúrbios antrópicos ou naturais e heterogeneidade ambiental podem ser as causas das variações fisionômicas na vegetação da região. Os resultados apresentados, de modo geral, podem ser úteis na tomada de decisões relacionadas ao manejo e à conservação das florestas do Núcleo Santa Virgínia.

Keywords : fitofisionomias; Floresta Atlântica; fotointerpretação; levantamento florístico.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English