SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número38Indústria naval brasileira e a crise recente: o caso do Polo Naval e Offshore de Rio Grande (RS)The right to the city. A view from Latin America índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos Metrópole

versão impressa ISSN 1517-2422versão On-line ISSN 2236-9996

Resumo

PASSOS, Flora Lopes; COELHO, Polyana  e  DIAS, Adelaide. (Des)territórios da mineração: planejamento territorial a partir do rompimento em Mariana, MG. Cad. Metrop. [online]. 2017, vol.19, n.38, pp.269-297. ISSN 1517-2422.  http://dx.doi.org/10.1590/2236-9996.2017-3811.

O poder da mineração no Brasil, particularmente em Minas Gerais, interfere no planejamento territorial e nos direitos da população atingida, que habita as áreas de interesse das mineradoras. Este artigo propõe refletir sobre a correlação de forças que resultou no rompimento da barragem em Mariana (MG), em 2015, e os conflitos territoriais em torno da desterritorialização de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo. A metodologia inclui revisão bibliográfica e análise dos discursos pós-desastre de atores locais. Debater sobre o modelo exploratório da mineração subentende refletir sobre participação popular no planejamento territorial, sendo necessária uma leitura crítica sobre o refreamento da autonomia dos atingidos, buscando reconhecer o conflito como motor na construção de cidadania e justiça social e ambiental nas cidades.

Palavras-chave : planejamento territorial; mineração; Mariana; Minas Gerais; Brasil.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )