SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número44Hipersegregação das elites metropolitanas brasileiras na década de 2000: interpretações a partir da Região Metropolitana de Belo HorizonteA ideologia na produção do espaço: os megaeventos como agentes difusores da ideologia (neo)liberal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos Metrópole

versão impressa ISSN 1517-2422versão On-line ISSN 2236-9996

Resumo

ZECHIN, Patrick  e  HOLANDA, Frederico Rosa Borges de. Atributos espaciais da desigualdade nas grandes cidades brasileiras: uma relação entre segregação e morfologia. Cad. Metrop. [online]. 2019, vol.21, n.44, pp.55-78.  Epub 15-Abr-2019. ISSN 1517-2422.  http://dx.doi.org/10.1590/2236-9996.2019-4403.

Ao fazer uma análise comparativa entre regiões concentradoras das famílias de menor e maior renda per capita em cinco grandes cidades brasileiras (Goiânia, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte e Curitiba) e suas características morfologias, este artigo busca contribuir para a interpretação de um fator não monetário ligado à produção da desigualdade socioeconômica nas grandes cidades brasileiras. O intuito é analisar a relação entre a morfologia e a localização concentrada dos grupos antípodas de renda familiar per capta. Para isso, utilizam-se, como metodologia de análise, tanto análises georreferenciadas quanto análises morfológicas. Além de apontar padrões espaciais de regiões específicas, destacam-se, como conclusões mais gerais, as relações de regiões morfológicas específicas e a respectiva capacidade de integração e circulação dos grupos nelas residentes.

Palavras-chave : desigualdade não monetária; segregação; morfologia; integração; padrões espaciais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )