SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue38The Modern Experience of Time in Walter Scott’s The Antiquary (1816)“Development Is Capitalism Plus Energy”: National Energy Production as an Economic Integration Corollary author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Topoi (Rio de Janeiro)

Print version ISSN 1518-3319On-line version ISSN 2237-101X

Abstract

JOFFILY, Mariana. A política externa dos EUA, os golpes no Brasil, no Chile e na Argentina e os direitos humanos. Topoi (Rio J.) [online]. 2018, vol.19, n.38, pp.58-80. ISSN 2237-101X.  http://dx.doi.org/10.1590/2237-101x01903803.

Com base em documentos de agências governamentais, este artigo analisa a política dos EUA em relação aos golpes militares perpetrados no Brasil (1964), no Chile (1973) e na Argentina (1976) em um período em que o tema dos direitos humanos emergia na esfera pública, desafiando a lógica de contrainsurgência da Guerra Fria. Argumenta-se que o dilema criado pelo dano à imagem dos EUA devido à associação com regimes autoritários foi encarado com base na avaliação, caso a caso, sobre os riscos que um recuo traria para seus interesses econômicos, políticos e de segurança. Em um processo histórico que levaria posteriormente à eleição de Jimmy Carter, a linguagem dos direitos humanos foi sendo progressivamente incorporada na política externa estadunidense, primeiro a contragosto, em seguida de forma estratégica, em momentos quando se avaliou que nem os negócios nem a segurança estadunidense estavam ameaçados.

Keywords : ditaduras do Cone Sul; política externa estadunidense; direitos humanos; Guerra Fria.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )