SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número1Características psicológicas de mães de pacientes com anorexia nervosa: implicações para o tratamento e prognóstico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Trends in Psychiatry and Psychotherapy

versão impressa ISSN 2237-6089

Resumo

SOUZA, Eliana Gonçalves V. et al. Desempenho neuropsicológico e ciclo menstrual: revisão da literatura. Trends Psychiatry Psychother. [online]. 2012, vol.34, n.1, pp. 5-12. ISSN 2237-6089.  http://dx.doi.org/10.1590/S2237-60892012000100003.

Cerca de 80% das mulheres em idade fértil apresentam alterações psicológicas e físicas associadas à fase pré-menstrual. Dentre as queixas mais comuns estão as alterações cognitivas. Nesse contexto, tem-se estudado o desempenho cognitivo ao longo do ciclo menstrual de mulheres com e sem síndrome pré-menstrual (SPM). O objetivo principal deste estudo foi revisar a literatura acerca do desempenho das funções cognitivas nas diferentes fases do ciclo menstrual de mulheres em idade reprodutiva, sadias ou portadoras de SPM, em particular o transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM). Foram revisadas as bases de dados MEDLINE e LILACS. Um total de 27 estudos foram selecionados. Os estudos eram heterogêneos em suas metodologias. Em sua maioria, os trabalhos evidenciaram que mulheres sadias apresentam variações leves no desempenho cognitivo ao longo do ciclo menstrual, obtendo menor pontuação, durante a fase lútea, nas habilidades visuoespaciais e motoras, atenção e concentração, memória verbal, memória visual, memória de trabalho e tempo de reação. Entre as mulheres com SPM ou TDPM, foi identificada, na fase lútea, redução no desempenho das habilidades visuoespaciais e motoras, atenção e concentração, memória verbal, memória de trabalho, tempo de reação e impulsividade. Tais sintomas apresentaram intensidade leve, porém superior à observada em mulheres sadias. As evidências indicam a existência de variações no desempenho cognitivo ao longo das diferentes fases do ciclo menstrual de mulheres sadias ou com SPM, com desempenho cognitivo pior em mulheres com SPM/TDPM na fase lútea. Entretanto, limitações metodológicas impedem conclusões sólidas. Novos estudos são necessários para investigar o impacto dessas oscilações cognitivas nas atividades cotidianas dos pacientes.

Palavras-chave : Síndrome pré-menstrual; transtorno disfórico pré-menstrual; funcionamento cognitivo; impulsividade; atenção; funções executivas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês