SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue2Anxiety and inhibition of panic attacks within translational and prospective research contextsDrug use and antisocial behavior among adolescents attending public schools in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Trends in Psychiatry and Psychotherapy

Print version ISSN 2237-6089

Abstract

DUTRA, Tarcísio Gomes et al. A supergeneralização da memória autobiográfica nos transtornos depressivos. Trends Psychiatry Psychother. [online]. 2012, vol.34, n.2, pp. 73-79. ISSN 2237-6089.  http://dx.doi.org/10.1590/S2237-60892012000200005.

Este artigo tem como objetivo revisar estudos que possuíram como temática a relação entre o fenômeno da supergeneralização da memória autobiográfica e os transtornos depressivos. Tal característica tem chamado a atenção por sua relação com uma pobre habilidade de resolução de problemas e imaginação do futuro, bem como pela manutenção e pior prognóstico da depressão. Para o acesso das informações, foi realizada uma busca sistematizada nos bancos de dados LILACS, SciELO, MEDLINE, IBECS e nas bases de ciências da saúde do Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), com foco em artigos publicados entre 2000 e 2010, usando os seguintes descritores: memória autobiográfica, supergeneralização da memória autobiográfica e memória autobiográfica e depressão, em português; e autobiographical memory, overgeneral autobiographical memory e autobiographical memory and depression em inglês. Após a aplicação dos critérios de exclusão, 27 estudos foram revisados. A supergeneralização tem sido investigada em diversos transtornos depressivos. Entretanto, mais estudos longitudinais são necessários para fundamentar tal característica cognitiva como um aspecto relevante na anamnese e no tratamento de distúrbios do humor.

Keywords : Memória autobiográfica; depressão; cognição.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese