SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número2Revisão sistemática da prevalência do transtorno bipolar e do espectro bipolar em estudos de base populacionalO prejuízo no funcionamento psicossocial de pacientes com diferentes subtipos de transtorno alimentar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Trends in Psychiatry and Psychotherapy

versão impressa ISSN 2237-6089

Resumo

COSTA, Marianna de Abreu et al. Associação entre sintomas ansiosos e uso problemático de álcool em adolescentes. Trends Psychiatry Psychother. [online]. 2013, vol.35, n.2, pp.106-110. ISSN 2237-6089.  https://doi.org/10.1590/S2237-60892013000200003.

INTRODUÇÃO: Os transtornos de ansiedade possuem alta prevalência, afetando aproximadamente 10% dos indivíduos ao longo da vida; seu início pode ser detectado já na infância e na adolescência. Estudos em adultos demonstram que a ansiedade está associada ao abuso de álcool. No entanto, poucos estudos investigaram a associação entre sintomas ansiosos e o uso problemático de álcool em indivíduos jovens. OBJETIVO: Avaliar se os sintomas de ansiedade estão relacionados com uso problemático de álcool em jovens. Métodos: Um total de 239 indivíduos com idade de 10-17 anos foram aleatoriamente selecionados em escolas pertencentes à área de abrangência do Hospital de Clinicas de Porto Alegre. A escala Screen for Child Anxiety-Related Emotional Disorders (SCARED) foi utilizada para avaliar a presença de sintomas ansiosos, e a escala Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST), para avaliar o uso de álcool. RESULTADOS: Cento e vinte e sete indivíduos (53,1% ) já haviam utilizado bebida alcoólica. Desses, 14 indivíduos mostraram uso problemático de álcool (5,8% ). Não foi observada associação entre ter usado álcool na vida e sintomas ansiosos. Porém, o escore médio da SCARED em indivíduos com uso problemático de álcool foi maior quando comparado com o escore daqueles sem uso de álcool problemático, mesmo após ajuste para idade e gênero (29,9±8,5 vs. 23,7±11,8, p < 0,001). CONCLUSÕES: Apesar das limitações impostas pelo desenho transversal, nosso estudo sugere que sintomas de ansiedade estão associados com o uso problemático de álcool em indivíduos jovens.

Palavras-chave : Criança; adolescente; ansiedade; etanol.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons