SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue1Barriers and facilitators perceived by people with bipolar disorder for the practice of exercise: a qualitative studyPsychometric properties of the Brazilian version of the Difficulties in Emotion Regulation Scale (DERS) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Trends in Psychiatry and Psychotherapy

Print version ISSN 2237-6089On-line version ISSN 2238-0019

Abstract

CALEGARO, Vítor Crestani; ZATTI, Cleonice; BASTOS, Andre Goettems  and  FREITAS, Lucia Helena Machado. Pacientes suicidas em uma unidade de emergência psiquiátrica: características clínicas e perfil de agressão. Trends Psychiatry Psychother. [online]. 2019, vol.41, n.1, pp.9-17.  Epub Aug 23, 2018. ISSN 2237-6089.  https://doi.org/10.1590/2237-6089-2017-0149.

Objetivo

Explorar e descrever o perfil de pacientes internados em uma unidade de emergência psiquiátrica, comparando os pacientes com e sem tentativa recente de suicídio em termos de suas características clínicas e agressividade.

Métodos

Trata-se de um estudo exploratório comparativo, onde os pacientes foram avaliados por meio da Escala Breve de Avaliação Psiquiátrica (BPRS) e da Escala de Agressividade Declarada (OAS). Os participantes com tentativa de suicídio (TS) nas últimas 24 horas foram comparados com participantes com história prévia de tentativa de suicídio, mas sem tentativa recente (HPTS).

Resultados

Foram selecionados 63 indivíduos (TS: 26; HPTS: 37). Ambos os grupos tinham características demográficas e clínicas semelhantes. Os diagnósticos mais prevalentes foram transtornos de humor (57,1%) e de personalidade (50,8%). A maioria dos pacientes em ambos os grupos apresentava história de agressão. A agressão física na semana anterior à internação foi mais prevalente no grupo HPTS (51,4 vs. 19,2%, p = 0,017). O grupo HPTS também apresentou maior ativação (p = 0,025), enquanto o grupo TS apresentou maior afetividade nas dimensões da BPRS (p = 0,002).

Conclusão

A maioria dos indivíduos com história de tentativa de suicídio também apresentou história de agressão. Os pacientes internados com tentativa recente de suicídio foram hospitalizados principalmente devido ao risco de suicídio, enquanto aqueles sem tentativa recente de suicídio foram hospitalizados principalmente devido ao risco de heteroagressão. Esses achados apoiam a hipótese de um perfil agressivo em pacientes suicidas e podem abrir caminho para pesquisas futuras.

Keywords : Tentativa de suicídio; agressão; saúde pública.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )