SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue1Coinfection of Epstein-Barr virus, cytomegalovirus, herpes simplex virus, human papillomavirus and anal intraepithelial neoplasia in HIV patients in Amazon, BrazilTissue expression of CD10 protein in colorectal carcinoma: correlation with the anatomopathological features of the tumor and with lymph node and liver metastases author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Journal of Coloproctology (Rio de Janeiro)

Print version ISSN 2237-9363

Abstract

CAMARGO, Bruna Luz Custódio; DOMINGUES, Thaísa Consorte; NIJI, Vanessa Miguel  and  NAI, Gisele Alborghetti. Comparison between the concentration of mast cells and risk criteria of malignancy in intestinal adenomas. J. Coloproctol. (Rio J.) [online]. 2012, vol.32, n.1, pp. 26-33. ISSN 2237-9363.  http://dx.doi.org/10.1590/S2237-93632012000100004.

Adenomas intestinais são neoplasias benignas que apresentam risco de malignização relacionado a três características independentes: o tamanho do pólipo, a arquitetura histológica e a gravidade da displasia (ou atipia) epitelial. Evidências atuais sugerem que os mastócitos contribuem para a tumorigênese do carcinoma colorretal. OBJETIVO: Analisar comparativamente a concentração de mastócitos em adenomas intestinais e os critérios de risco para malignização nesses tumores (tamanho, tipo histológico e grau de atipia celular). Métodos: Realizou-se um estudo retrospectivo, com seleção de 102 laudos anatomopatológicos de exérese de adenoma intestinal. Foram selecionados os blocos de parafina com a área central da neoplasia para a realização da coloração de azul de toluidina para evidenciar os mastócitos. RESULTADOS: Na maioria dos casos (89,2%, n=91) a concentração de mastócitos (CM) foi menor que 6 mastócitos/10 campos de grande aumento (CGA) (p=0,0001). A maioria dos adenomas, independente do tipo histológico, mostrou 0 mastócito/10 CGA (p=0,083). A maioria dos adenomas, independentemente do tamanho, tinha CM de 0 mastócito/10 CGA (p=0,665). A presença ou a ausência de atipias esteve associada, na maioria dos casos, a CM de 0 mastócito/10 CGA (p=0,524). CONCLUSÃO: Este estudo não mostrou associação entre a concentração de mastócitos e tipo histológico, tamanho ou presença de atipias celulares nos adenomas intestinais.

Keywords : mastócito; adenoma; câncer intestinal; histologia; patologia.

        · abstract in English     · text in English     · English (pdf) English (epdf)