SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue2Clinical and epidemiological evaluation of patients with colorectal cancer from Rio Grande do SulClinical and manometric evaluation of women with chronic anal fissure before and after internal subcutaneous lateral sphincterotomy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Journal of Coloproctology (Rio de Janeiro)

Print version ISSN 2237-9363

Abstract

BRAMBILLA, Eduardo et al. Staging of colorectal cancer in the private service versus Brazilian National Public Health System: what has changed after five years?. J. Coloproctol. (Rio J.) [online]. 2012, vol.32, n.2, pp. 144-147. ISSN 2237-9363.  http://dx.doi.org/10.1590/S2237-93632012000200009.

INTRODUÇÃO: O câncer é uma doença que afeta grande parte da população, sendo o câncer colorretal um dos mais prevalentes. O diagnóstico precoce dessas neoplasias resulta em uma melhor expectativa de vida. O alto custo dos exames diagnósticos e o baixo nível socioeconômico são apontados como fatores que levam ao atraso no diagnóstico. OBJETIVOS: Avaliar a diferença no estadiamento de câncer colorretal no momento do diagnóstico de pacientes oriundos da clínica privada e pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), assim como, avaliar as mudanças no estadiamento nos últimos cinco anos. MÉTODOS: Estudo retrospectivo envolvendo 54 pacientes divididos em dois grupos (SUS e clínica privada) diagnosticados no ano de 2009. Os estadiamentos dos pacientes diagnosticados em 2009 foram comparados com os dados de pacientes diagnosticados em 2004, já publicados em 2005. RESULTADOS: Ambos os grupos eram similares em gênero e idade. Em relação ao estadiamento dos pacientes não houve diferença estatística entre os dois grupos (p=0,147). Na comparação entre os pacientes de 2009 e os pacientes estudados em 2004 se evidencia que os pacientes de 2009 apresentaram-se com estádios mais precoces (II e III) em relação aos pacientes de 2004 (III e IV), p<0,001. CONCLUSÃO: Não há diferença no estadiamento dos pacientes do SUS comparado ao estadiamento dos pacientes da clínica privada. Os pacientes tratados no ano de 2009 se apresentaram com estádios mais precoces em relação aos tratados em 2004.

Keywords : estadiamento de neoplasias; neoplasias colorretais; sistema único de saúde; convênios particulares; evolução clínica.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English