SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue1Risk factors for prolonged length of stay after colorectal surgeryComparative analysis of adverse events between infliximab and adalimumab in Crohn's disease management: a Brazilian single-centre experience author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Journal of Coloproctology (Rio de Janeiro)

Print version ISSN 2237-9363

Abstract

ROSSONI, Marssoni Deconto; TELLES, José Ederaldo Queiroz; ROSSONI, Andrea Maciel de Oliveira  and  MATIAS, Jorge Eduardo Fouto. Fatores de risco para recidiva em pacientes com adenocarcinoma colorretal estádio I e II (TNM) submetidos à cirurgia com intenção curativa. J. Coloproctol. (Rio J.) [online]. 2013, vol.33, n.1, pp.28-32. ISSN 2237-9363.  http://dx.doi.org/10.1590/S2237-93632013000100006.

OBJETIVO:

Analisar fatores de risco para recidiva de câncer colorretal após tratamento cirúrgico.

MÉTODO:

Avaliou-se 65 pacientes com adenocarcinoma colorretal, estadio I e II (TNM), submetidos à cirurgia com intenção curativa, acompanhados por cinco anos após a operação. Analisou-se presença de tratamento adjuvante/neoadjuvante, grau de diferenciação do tumor, infiltração vascular linfática e venosa, profundidade de invasão tumoral e estadiamento da doença, estabelecendo-se para cada um o risco relativo de recidiva aos dois anos, após dois anos e aos cinco anos de seguimento.

RESULTADOS:

Recidiva global em cinco anos foi 21,4% (14/65), com idêntica incidência (10,7%) nos períodos separados. Somente as infiltrações vasculares linfáticas e venosas apresentaram associação estatisticamente significativa com a recidiva nos períodos de análise. Encontrou-se risco relativo (RR) estatisticamente significativo após dois anos relacionados à presença de infiltração linfática [RR = 6 (1,3 - 28,5) p = 0,01] e infiltração venosa [RR = 9,5 (2,6 - 34,9) p < 0,001]. Após cinco anos, apenas a infiltração venosa manteve a significância estatística, com risco relativo elevado para ocorrência de recidiva [RR = 3,9 (1,8 - 8,8) p < 0.001]. Na análise multivariada apenas a presença de infiltração vascular venosa com 81,5% de acerto foi associada à recidiva (p < 0.001).

CONCLUSÃO:

Nesta série, os únicos fatores associados com risco de recidiva do câncer colorretal foram a presença de infiltração vascular linfática e venosa.

Keywords : Invasividade neoplásica; Adenocarcinoma; Prognóstico; Neoplasias colorretais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )