SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue3Transanal minimally invasive surgery (TAMIS) for local excision of selected rectal neoplasms: efficacy and outcomes in the first 11 patientsAssociation of sociodemographic and clinical factors with the self-image and self-esteem of individuals with intestinal stoma author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Journal of Coloproctology (Rio de Janeiro)

Print version ISSN 2237-9363On-line version ISSN 2317-6423

Abstract

SANTOS, Carlos Henrique Marques dos. Comparação entre Adalimumabe e Infliximabe no tratamento das fístulas perianais na Doença de Crohn. J. Coloproctol. (Rio J.) [online]. 2014, vol.34, n.3, pp.154-158. ISSN 2317-6423.  https://doi.org/10.1016/j.jcol.2014.05.001.

Introdução:

A forma fistulizante da Doença de Crohn (DC) apresenta um grande desafio quanto ao seu tratamento, especialmente as fístulas perianais pela sua alta prevalência.

Objetivo:

Analisar os fatores relacionados à resposta ao tratamento cirúrgico associado ao anti-TNF de pacientes com fístulas perianais por DC.

Método:

Estudo retrospectivo de pacientes com fístulas perianais por DC que fizeram uso de IFX ou ADA associado ao tratamento cirúrgico.

Resultados:

Foram estudados 30 pacientes com média de idade de 35 anos; 16 foram tratados com ADA (9 ADA + AZA) e 14 com IFX (10 IFX + AZA); 10 dos tratados com ADA tiveram resposta; e dos seis que não responderam, apenas um teve resposta com IFX; oito tiveram resposta com IFX; e dos que não responderam, nenhum apresentou resposta com ADA; dos que responderam, 10 eram homens e nove mulheres; dos que não responderam, oito eram homens e três mulheres; daqueles com menos de 40 anos, 16 responderam contra apenas três que não responderam; dos com mais de 40 anos, três responderam contra oito que não responderam; quanto ao tempo decorrido entre o início da doença e o início do anti-TNF, 14 (<2 anos), um (2–5 anos) e quatro (>5 anos) responderam, e cinco (<2 anos), quatro (2–5 anos) e dois (>5 anos) não responderam.

Conclusão:

Não houve diferença de resposta entre os agentes anti-TNF utilizados; houve melhor resposta nos que utilizaram anti-TNF em associação com azatioprina, entre as mulheres, nos pacientes com menos de 40 anos e naqueles tratados com até dois anos do início da doença.

Keywords : Doença de Crohn; Infliximabe; Adalimumabe; Fístula perianal; Idade.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )