SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue3Colorectal adenocarcinoma staging of patients in a public tertiary hospital in the state of Grande do SulScreening anal cancer in women living with HIV/AIDS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Journal of Coloproctology (Rio de Janeiro)

Print version ISSN 2237-9363On-line version ISSN 2317-6423

Abstract

MENDES, Carlos Ramon Silveira et al. Continence changes following transanal endoscopic microsurgery result from the impact on rectal capacity: clinical and functional evaluation before and after surgical treatment. J. Coloproctol. (Rio J.) [online]. 2018, vol.38, n.3, pp.227-232. ISSN 2237-9363.  http://dx.doi.org/10.1016/j.jcol.2018.05.005.

Introdução:

Descrita em 1983 e de sólida aplicação clínica, o impacto da Microcirurgia Endoscópica Transanal sobre a função anorretal permanece pouco conhecido. Os objetivos do presente estudo foram avaliar o impacto da Microcirurgia Endoscópica Transanal na função anorretal conforme avaliações clínica (Wexner score) e funcional (manometria anorretal) antes e após a cirurgia.

Método:

Prospectivamente, 23 pacientes consecutivos com lesões retais foram operados com o uso do equipamento TEO® (Karl Storz, Tuttlingen, Alemanha). Para todos os pacientes, o valor do escore de Wexner foi obtido antes e após a cirurgia (7, 30 e 90 dias) e a eletromanometria anorretal foi realizada antes da cirurgia e também no pós-operatório (30 e 90 dias).

Resultados:

Quatorze pacientes eram homens. A idade média foi 53,7 (24-81) anos. A distância média da lesão à linha pectínea foi de 7 (2-15) cm. A histopatológica revelou adenoma em 14 (61%), tumor neuroendócrino em 5 (21,7%); carcinoma invasivo em 3 (13%) e pólipo hiperplásico em 1 (4,3%) caso. A duração média do seguimento pós-operatório foi de 5 (3-7) meses. O escore de Wexner foi significativamente menor aos 30 dias em comparação com 7 dias (Wilcoxon; p = 0,03). A capacidade retal foi significativamente menor aos 30 dias após a cirurgia e recuperada aos 90 dias após a cirurgia (ANOVA; p = 0,04).

Conclusões:

Após Microcirurgia Endoscópica Transanal, um impacto modesto na função anorretal pode ser observado. O comprometimento transitório resulta de perda de capacidade retal e não por comprometimento dos esfíncteres anais cessando completamente 90 dias após a cirurgia.

Keywords : Neoplasias retais; Incontinência fecal; Microcirurgia endoscópica transanal; Doenças retais; Neoplasias colorretais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )