SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 número2LENDO E AGENCIANDO IMAGENS: O REI, A NATUREZA E SEUS BELOS NATURAISGRACILIANO RAMOS E SUAS MEMÓRIAS DO CÁRCERE: CICATRIZES índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sociologia & Antropologia

versão impressa ISSN 2236-7527versão On-line ISSN 2238-3875

Resumo

RIBEIRO, Carlos Antonio Costa. DESIGUALDADES NAS TRANSIÇÕES PARA A VIDA ADULTA NO BRASIL (1996 E 2008). Sociol. Antropol. [online]. 2014, vol.4, n.2, pp.433-473. ISSN 2238-3875.  https://doi.org/10.1590/2238-38752014v426.

Este artigo analisa desigualdades nas transições para a vida adulta no Brasil nas décadas de 1990 e 2000. Três transições são analisadas: saída da escola e entrada no mercado de trabalho, casamento e formação de um domicílio independente, e nascimento do primeiro filho. As análises apresentadas indicam que houve uma diminuição das desigualdades socioeconômicas nos padrões de transição, ou seja, a diferença nos padrões de transição de jovens cujos pais tinham condições socioeconômicas distintas diminuíram. A principal força equalizadora foi a expansão do sistema educacional que ocorreu ao longo das décadas de 1980, 1990 e 2000. As diferenças de gênero também diminuíram. Apesar destas mudanças ainda há fortes desigualdades relacionadas ao momento do ciclo de vida em que os jovens fazem as transições.

Palavras-chave : Desigualdades sociais; Transições para vida adulta; Escola e trabalho; Casamento; Fecundidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )