SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número1MEMÓRIA E THANASIMOLOGIA POLÍTICA NO SERTÃO DE PERNAMBUCOTHE SOCIOLOGY OF KNOWLEDGE AND ITS MOVEMENTS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sociologia & Antropologia

versão impressa ISSN 2236-7527versão On-line ISSN 2238-3875

Resumo

TAVOLARO, Sergio B. F.. ESTASE, CINESIA E ACELERAÇÃO: SENTIDOS E ACEPÇÕES DO TEMPO EM SOBRADOS E RAÍZES (1936). Sociol. Antropol. [online]. 2020, vol.10, n.1, pp.243-266.  Epub 18-Maio-2020. ISSN 2238-3875.  https://doi.org/10.1590/2238-38752019v1019.

O artigo investiga as acepções da categoria tempo que participam dos horizontes de cognição das edições princeps (1936) de Raízes do Brasil e Sobrados e Mucambos. Ao retratar a experiência brasileira como portadora de uma configuração temporal distinta daquela identificada em sociedades tomadas por prototípicas da modernidade, essas obras tendem a caracterizar a modernização no país em dissonância com as referências institucionais, culturais, éticomorais, epistemológicas e estéticas comumente vinculadas àqueles contextos. Isso posto, conforme quer-se aqui examinar, empenhados em explanar uma configuração societária que se lhes afigurava antiparadigmática em vários de seus traços, esses mesmos ensaios logram lançar pistas valiosas para uma apreciação crítica de certo viés “substancialista” e “internalista” que, não raro, orienta a imaginação sociológica acerca da modernidade e de sua temporalidade.

Palavras-chave : Sobrados e mucambos; Raízes do Brasil; pensamento brasileiro; modernidade no Brasil; teoria sociológica.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )