SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número1Morfologia interna e germinação de sementes de girassolProdutividade e qualidade de sementes de trigo em função de estádios de dessecação e herbicidas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Journal of Seed Science

versão impressa ISSN 2317-1537

Resumo

SANTOS, Gil Rodrigues dos et al. Análise sanitária, transmissão e patogenicidade de fungos associados a sementes de forrageiras de regiões tropicais do Brasil. J. Seed Sci. [online]. 2014, vol.36, n.1, pp.54-62. ISSN 2317-1537.  https://doi.org/10.1590/S2317-15372014000100007.

O Brasil é um grande produtor e exportador de carne bovina do mundo, 90% da produção é feita em pasto e 85% das pastagens cultivadas no país são do gênero Brachiaria. Com a intensificação da atividade pecuária nos últimos anos, várias doenças de forrageiras começaram a ter importância significativa, por causarem perdas em produtividade e qualidade de pastagens. O objetivo deste trabalho foi quantificar as espécies de fungos associados a sementes e sua frequência em plantas forrageiras oriundas de regiões tropicais do Brasil. Foram realizados ensaios abordando: incidência, patogenicidade e transmissão semente - plântula, de fungos associados a sementes. Para tanto, foram utilizados 28 lotes de sementes de espécies forrageiras produzidas na safra 2010-2011. Foram encontrados 14 gêneros de fungos associados às sementes, dentre os quais Bipolaris sp., Phoma sp., e Curvularia sp, com potencial patogênico. Concluiu-se que Bipolaris sp. é patogênico às plântulas de forrageiras de Brachiaria, Crotalaria e Panicum. Bipolaris sp. e Curvularia sp. têm  taxa de transmissão média respectivamente de 100% e 90% de sementes para plântulas.

Palavras-chave : Brachiaria sp.; Bipolaris sp.; semente-plântula.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons