SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40 número1Constituições e volumes de calda no tratamento industrial de sementes de soja e a qualidade fisiológica durante o armazenamentoEstresse hídrico na germinação, crescimento e desenvolvimento de cultivares de cafeeiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Journal of Seed Science

versão impressa ISSN 2317-1537versão On-line ISSN 2317-1545

Resumo

SOUZA, Michele Trombin; SOUZA, Mireli Trombin  e  PANOBIANCO, Maristela. Caracterização morfológica de frutos, sementes e plântulas, e teste de germinação de sementes de Campomanesia guazumifolia. J. Seed Sci. [online]. 2018, vol.40, n.1, pp.75-81. ISSN 2317-1537.  http://dx.doi.org/10.1590/2317-1545v40n1186143.

Campomanesia guazumifolia (Cambess.) O. Berg. é uma frutífera nativa, de importância ecológica e de potencial para exploração por indústrias alimentícias e medicinais, sendo carente de estudos que viabilizem a sua conservação in situ e a propagação para fins comerciais. O trabalho teve por objetivo caracterizar morfologicamente os frutos, as sementes e o estágio de desenvolvimento de plântulas da espécie, bem como determinar um protocolo eficiente para a condução do teste de germinação, visando à produção comercial de mudas. Testaram-se diferentes temperaturas (20, 25, 30 e 20-30 ºC), substratos (papel mata-borrão, areia e vermiculita) e regimes de luz (presença e ausência) para avalição do poder germinativo das sementes. O fruto é bacóide, globoso, com pericarpo carnoso, superfície pilosa, de coloração amarelo intenso. A semente tem forma reniforme e uma reentrância lateral, com tegumento membranáceo, castanha e verrucosa-glanulosa. Possui embrião crasso, com eixo hipocótilo-radícula bem desenvolvido e cotilédones vestigiais. A plântula é do tipo epígea e fanerocotiledonar. Indica-se a condução do teste de germinação para a espécie com temperaturas de 25 ou 30 ºC, em substrato de papel, na presença ou ausência de luz, com a primeira contagem do teste realizada aos 23 dias e a contagem final aos 50 dias após a semeadura.

Palavras-chave : Myrtaceae; arbórea frutífera; espécie nativa.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )