SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número6Função olfatória e qualidade de vida após a reabilitação do olfato em laringectomizados totaisClassificação de perdas auditivas por grau e configuração e relações com Índice de Inteligibilidade de Fala (SII) amplificado índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


CoDAS

versão On-line ISSN 2317-1782

Resumo

SALES, Neuza Josina et al. Autoavaliação da comunicação em promotores de justiça em um estado do nordeste, Brasil. CoDAS [online]. 2016, vol.28, n.6, pp.678-686.  Epub 16-Nov-2016. ISSN 2317-1782.  https://doi.org/10.1590/2317-1782/20162015238.

Objetivo

Descrever a autoavaliação do promotor de justiça quanto à sua comunicação e reação do ouvinte e analisar a relação com o gênero, idade e anos de trabalho.

Método

Desenho descritivo, transversal. Foi elaborado um questionário e enviado aos 126 promotores, sendo devolvidos 33 questionários preenchidos. As variáveis independentes foram o gênero, idade e anos do exercício profissional. As variáveis dependentes foram a autoavaliação da comunicação ao longo dos anos de trabalho, os parâmetros de comunicação utilizados e a reação do ouvinte. Foi realizada análise descritiva e o Teste Exato de Fisher.

Resultados

A amostra foi constituída por ambos os gêneros, mediana de 43 anos de idade e 20 anos de trabalho. A maioria dos respondentes referiu que ao falar em público sente desmotivação, insegurança, tensão e dificuldade de persuadir o ouvinte. Houve maior proporção em mulheres de piora da comunicação ao longo dos anos de trabalho que em homens. Todas as mulheres relataram insegurança ao falar em público. Um terço dos promotores referiu alteração de voz. Os respondentes com mais de 43 anos de idade tiveram maior proporção de voz alterada que aqueles com idade menor. A maioria dos promotores com mais de 20 anos de trabalho revelou insegurança ao falar em público comparado com aqueles com idade menor.

Conclusão

Os promotores identificam seus parâmetros fortes e fracos da comunicação. O gênero, idade e tempo de profissão influenciam o desempenho comunicativo.

Palavras-chave : Ministério Público; Voz; Fala; Comunicação; Motivação; Estresse Psicológico; Comunicação Persuasiva.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )