SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número4Rastreamento e monitoramento da Triagem Auditiva Neonatal em Unidade de Estratégia de Saúde da Família: estudo-pilotoEstágio de prontidão de pacientes com disfonia comportamental pré e pós-terapia de voz de grupo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


CoDAS

versão On-line ISSN 2317-1782

Resumo

CRESTANI, Anelise Henrich; MORAES, Anaelena Bragança de  e  SOUZA, Ana Paula Ramos de. Validação de conteúdo: clareza/pertinência, fidedignidade e consistência interna de sinais enunciativos de aquisição da linguagem. CoDAS [online]. 2017, vol.29, n.4, e20160180.  Epub 10-Ago-2017. ISSN 2317-1782.  http://dx.doi.org/10.1590/2317-1782/201720160180.

Objetivo

Analisar os resultados da validação de construção de sinais enunciativos de aquisição da linguagem para crianças de 3 a 12 meses.

Método

Os sinais foram construídos a partir de mecanismos enunciativos e experiência clínica com distúrbios de linguagem e submetidos ao julgamento, quanto à clareza e à pertinência, por seis doutores com conhecimento em psicolinguística e clínica de linguagem. A validação de fidedignidade contou com dois juízes para aplicação dos instrumentos em vídeos de 20% da amostra total das díades mãe-bebê com o método entre avaliadores. O método Consistência Interna foi aplicado no total da amostra constituída de 94 díades mãe-bebê para os sinais da Fase 1 (3 a 6 meses) e de 61 díades mãe-bebê para os sinais da Fase 2 (7 a 12 meses). A coleta de dados ocorreu por meio da interação mãe-bebê feita com base em filmagens e aplicação dos sinais conforme a faixa etária da criança. Os dados foram organizados em planilha eletrônica e convertidos para aplicativos computacionais para análise estatística.

Resultados

Os julgamentos quanto à clareza/pertinência mantiveram os instrumentos sem modificações. O teste de fidedignidade apontou uma concordância entre os juízes quase perfeita (0,8 ≤ Kappa ≥ 1,0), apenas o item 2 da Fase 1 apresentou uma concordância substancial (0,6 ≤ Kappa ≥ 0,79). A consistência interna para a Fase 1 apresentou alpha = 0,84 e, para a Fase 2, alpha = 0,74, demonstrando confiabilidade nos instrumentos.

Conclusão

Os resultados sugerem adequação quanto à validação de conteúdo dos sinais criados para ambas as faixas etárias.

Palavras-chave : Fatores de Risco; Linguagem; Desenvolvimento Infantil; Validade dos Testes.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )