SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número1Avaliação audiológica em pacientes com doenças reumáticas pediátricasAspectos da fluência na narrativa oral de indivíduos com Transtorno do Espectro Alcoólico Fetal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Audiology - Communication Research

versão On-line ISSN 2317-6431

Resumo

MATOS, Giselle Goulart de Oliveira  e  FROTA, Silvana. Resolução temporal em perdas auditivas sensorioneurais. Audiol., Commun. Res. [online]. 2013, vol.18, n.1, pp.30-36. ISSN 2317-6431.  http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312013000100007.

OBJETIVO: Avaliar a resolução temporal em adultos com perdas auditivas sensorioneurais de graus leve e moderado, por meio do teste Gaps in Noise (GIN), a fim de verificar se essas perdas influenciam no desempenho do teste. MÉTODOS: Foram avaliados 57 pacientes, com idades entre 20 e 59 anos (30 homens e 27 mulheres), que realizaram anamnese, avaliação otorrinolaringológica, avaliação audiológica básica e triagem do processamento auditivo, com o teste Dicótico de Dígitos. Os sujeitos foram alocados nos grupos G1 (audição normal), G2 (perda auditiva leve) e G3 (perda moderada). Foi realizada análise estatística apropriada e o nível de significância adotado foi de 5%. RESULTADOS: Observou-se presença significativa de homens no grupo com perda auditiva. Não foram encontradas diferenças significativas no desempenho do referido teste entre os grupos. Porém, no grupo controle, foram observados piores desempenhos, quando comparados com o critério de normalidade previsto para adultos jovens brasileiros. A média do limiar de detecção de gaps, da amostra geral, foi de 8,2 ms, em ambas as orelhas, e a média das porcentagens de acertos foi de 49,7% para a orelha direita (OD) e de 50,6% para a orelha esquerda (OE). CONCLUSÃO: A habilidade de resolução temporal avaliada pelo teste GIN não sofre influência da perda auditiva sensorioneural de graus leve e moderado, tanto nos limiares de detecção de gaps quanto na porcentagem de acertos, em ambas as orelhas.

Palavras-chave : Audição; Perda auditiva; Percepção auditiva; Transtornos da percepção auditiva; Estimulação acústica; Testes auditivos; Adulto.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons