SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número4Amplitude das emissões otoacústicas produto de distorção e o uso de contraceptivos hormonais: estudo preliminarPotencial miogênico evocado vestibular e suas implicações no domínio das frequências índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Audiology - Communication Research

versão On-line ISSN 2317-6431

Resumo

ADVINCULA, Karina Paes; MENEZES, Denise Costa; PACIFICO, Fernando Augusto  e  GRIZ, Silvana Maria Sobral. Percepção da fala em presença de ruído competitivo: o efeito da taxa de modulação do ruído mascarante. Audiol., Commun. Res. [online]. 2013, vol.18, n.4, pp.238-244. ISSN 2317-6431.  http://dx.doi.org/10.1590/S2317-64312013000400003.

OBJETIVO: Este estudo investigou o efeito das diferentes taxas de modulações do mascaramento na magnitude do masking release. MÉTODOS: Quinze indivíduos jovens, com audição normal, foram submetidos ao teste de reconhecimento de sentença na presença de ruído, utilizando as listas de sentenças do HINT-Brasil. Foram obtidos limiares de reconhecimento de fala em presença de ruído estável e ruído modulado, em diferentes taxas de modulação (4, 8, 16, 32 e 64 Hz). A magnitude do masking release foi obtida para cada modulação e foi realizada a análise comparativa dos resultados. RESULTADOS: Os achados demonstraram melhores limiares de reconhecimento de sentenças quando o ruído mascarante foi modulado em 4, 8, 16 e 32 Hz e piores limiares quando o ruído mascarante estava estável e em 64 Hz. No que diz respeito à análise da relação sinal/ruído, foram observados, no presente estudo, maiores valores para as tarefas que envolvem reconhecimento de sentenças com ruído estável, seguidos das tarefas que envolvem reconhecimento de sentenças com ruído modulado em 64 Hz, e menores valores para as tarefas que envolvem reconhecimento de sentenças com ruído modulado em 32, 16, 8 e 4 Hz, respectivamente. CONCLUSÃO: A magnitude do masking release para sentenças não se diferencia com taxas de modulação em amplitude entre 4 e 32 Hz. No entanto, quando a taxa de modulação é elevada a 64 Hz, a magnitude do masking release diminui.

Palavras-chave : Audição; Mascaramento perceptivo; Percepção da fala; Testes de discriminação da fala; Ruído.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons